Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

O paladino vassalo tá doido por uma primavera cubana…

À semelhança das lideranças imperialistas que o antecederam e dos atuais comandantes do imperialismo planetário, o (Des)Esperança Negra não abandona a obssessão de implantar “democracias” no mundo que rejeita a coleira capitalista. Depois de implantarem “democracias” no Vietnã, no Brasil (1964, lembram-se?) no Chile (lembram do Pinochet?), Afeganistão, Irã, Iraque e outros recantos do mundo, fomentam hoje a “primavera árabe” na Líbia, em Dubai, Síria, Egito (por enquanto), primavera esta que desabrochou em genocídios sem final à vista.

Agora, aproveitando-se de uma morte acidental de um opositor cubano (em liberdade territorial), veste mais uma vez a sua pele camaleônica de democrata para ver se lá, na incômoda ilha que um dia foi o seu quintal “democrático’ (à época de Somoza), aflora uma nova “primavera”. E em sua mensagem (leiam abaixo), como me lembra a falação do Lobo para o Cordeiro à beira do riacho, embora disfarçada pela vaselina afrodescendente vassala que tem pautado todo o seu mandato à serviço das elites brancas dominantes das terras do Tio Sam.

Seria risível, se não fosse despudorado, o discurso político social do negro-de-alma-branca (por isso repugnante), que nesta mesma ilha mantém a prisão de Guantanamo e, esquecendo sua nanica estatura moral construída neste seu triste mandato, fala de direitos humanos e se coloca ao lado do povo cubano. Talvez por isto, até o papagaio, no seu ombro, tá olhando pro outro lado, com se não tivesse nada com isso…

A que ponto chega o cinismo…
____________________________________________________

Obama expressa condolências por morte de Payá e reafirma apoio a povo cubano

EFE – 53 minutos atrás

DESTAQUES EM MUNDO
Reuters – 19 minutos atrás

Washington, 23 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou suas condolências pela morte do dissidente cubano Oswaldo Payá, no domingo, e reafirmou o apoio de Washington à luta pelos direitos humanos na ilha, informou nesta segunda-feira a Casa Branca.

O líder elevou seus “pensamentos e orações à família e aos amigos de Oswaldo Payá, um incansável defensor de maiores direitos civis e humanos em Cuba”, disse em comunicado o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

“Os EUA continuarão apoiando o povo cubano em sua busca pelos direitos humanos fundamentais”, afirmou Carney.

“Payá dedicou décadas de sua vida à luta não violenta pela liberdade e pela reforma democrática em Cuba como titular do Movimento Cristão de Libertação, líder do Projeto Varela, e através de seu papel como um ativista da sociedade civil”, assinalou Carney.

Payá, que morreu ontem aos 60 anos em um acidente de trânsito, “manteve até o fim sua esperança de que o país que amou veria uma transição pacífica e democrática”, continuou Carney.

“A visão e a dedicação de Payá por um futuro melhor em Cuba continuará nos inspirando, e acreditamos que seu exemplo e liderança moral perdurarão”, ressaltou.

Payá foi uma das figuras mais relevantes da oposição em Cuba e há mais de uma década lançou o “Projeto Varela”, uma iniciativa avalizada por milhares de assinaturas para promover uma transição democrática em Cuba.

No acidente de ontem morreu também o ativista cubano Harold Cepero e ficaram feridos o espanhol Ángel Carromero, dirigente local das Novas Gerações do Partido Popular de Madri, e o sueco Jens Aron Modig. EFE

Anúncios

segunda-feira, 23 julho, 2012 - Posted by | Comentário | , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: