Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Eis o NUM É, o desprovido…

NUM E 3Desde que perdi o Exu, entrei em parafuso no que concerne a cães. Principalmente cães de raça. Pô, a gente vê os vira-latas nas ruas, sem alimento, sem abrigo, sem vacinas, e os danados não morrem. Viram verdadeiros defuntos ambulantes, mas não morrem. E os nossos cães de raça, cuidados  e vacinados, bem alimentados e abrigados, morrem por qualquer larga-me-deixa. A partir desta conclusão, parti para um filhote vira-lata e interiorano, caboclo da gema. Ao recebê-lo, já fiquei meio cabreiro: o cara era o bicho dos mais desprovido de atrativos que eu já vi nesta vida, em condições de normalidade biológica e ambiental. Mas, topei a parada e fui cuidando-o e buscando um nome que tivesse a ver com aquela figura bizarra. E após longas meditações, cheguei ao nome fatal: Num É. Num é, por ser a expressão popular regional para Não É. E também por ele contradizer quase todo o perfil dos cães amados nas famílias brasileiras. Senão, vejamos:

Num É de raça, dizem ter raízes profundas no vira-latismo, com suspeitas de rastros genéticos quase imperceptíveis de Fila e Pastor Alemão. Em verdade, ele parece mais um cruzamento de Mucura com Hiena.

Num É bonito, é feio que dói, magreirão e de bucho-quebrado, pelagem indefinida entre hiena, raposa, sei lá….

Num É educado, vive se esfregando nas pernas das pessoas…

Num É enfastiado, come mais do que ferida-brava, embora não engorde, só criando barriga.

Num é bom do juízo, parece sofrer de bipolaridade ou outro desarranjo qualquer, tendo atitudes intempestivas com andar-de-ré, fazer flexões acrobáticas com o pescoço e a cabeça, e outras esquisitices…

Enfim, Num É um monte de coisas que se espera de uma cachorro de família.

Mas, apesar de tão desprovido, ele tem um charme especial: o seu jeitinho indefinível e cativante, como o personagem Silva, do Chico Anísio (“É o meu jeitinho”…) De vez em quando pula do degrau da escada (ao invés de descer cuidadosamente), se esborracha e sai fazendo alongamentos ridículos. Acaba de comer e, ao invés de dar as costas para a vasilha-de-comida, sai de ré, meio que fazendo uma reverência à mesma. Quando entro na cozinha (ele já aprendeu que não pode entrar), se debruça no degrau e fica me olhando, como se estivesse em uma janela… E por aí vai…

E assim, eu e ele vamos tocando a vida. A Mariceli acha ele liiiindo! A Miroca acha ele horroso! E eu já me acostumei. E todos gostamos dele e do seu jeito estranho de ser.  Vamos ver como esta figura se tornará um adulto…

Anúncios

sexta-feira, 6 setembro, 2013 - Posted by | Repassando... | ,

6 Comentários »

  1. Prepare-se, a partir de agora, para responder à aquela famosa pergunta provocativa que todos nos fazem quando temos um vira-lata: “Qual é a raça dele?”

    Comentário por Geurgetown F. Araujo | sábado, 7 setembro, 2013

  2. Geurgettown,
    ÑUM É de raça! KKKKKKK. Abraço fraterno e continue conosco

    Comentário por Henrique Miranda | sábado, 7 setembro, 2013

  3. Disseste tudo no que se refere a cães sem raça definida. Há poucos dias, adotei um filhote numa ONG, também sem raça definida. Uma mistura de linguicinha com sei lá o que. E que trouxe muita alegria para os meus guris (9 e 3 anos). Veio pulguento e com vermes.
    Tenho que fechar a porta da cozinha quando preparo alguma refeição, pois a choradeira é grande. Come que nem um boi. Dou ração a ele, mas não resisto e dou um pouco de carne de vez em quando. Está sempre cheirando minhas mãos, tentando “adivinhar” o que preparei de comida.
    Para nós, ele é uma benção. Não chora a noite, e adora brincar. Fica me olhando como se tivesse implorando algo, e apoia a cabeça nas patas prá me observar.
    Meu irmão perguntou qual é a raça…Não é de raça…Então é um “guaipeca”…Diria que sim…E ele, o meu é um “Lhasa apso”…Acabou-se o assunto…rsrsrsrs

    Comentário por Patricia | domingo, 8 setembro, 2013

  4. ele é lindo!!!

    Comentário por Emília | sexta-feira, 13 setembro, 2013

  5. KKKKK. Emília, seu comentário reafirma o charme impossível do Silva, que ele tem. É jeitinho dele… Abraço, querida.

    Comentário por Henrique Miranda | domingo, 15 setembro, 2013

  6. Fale um pouco da Preta. Será que ele é linda igual o Num É?

    Comentário por mariceli | quarta-feira, 18 setembro, 2013


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: