Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Sob o céu que nos protege…

Sempre encarei minhas insônias como oportunidades de enriquecer a vida, nunca como um empecilho ao descanso. Se meu cérebro decide acordar muito cedo e o meu corpo não reclama, porque me perturbar com o silêncio sonolento do mundo? Há mil coisas a serem feitas nas madrugadas: ler um livro, ouvir o silêncio e pensar no mundo adormecido a sua volta, assistir entrevistas e documentários interessantes (na madrugada a TV é bem menos ruim), rever um filme, abraçar a companheira para velar-lhe o sono (quem sabe uma transadinha?) Enfim: um mundaréu de coisas a serem feitas quando a maioria está fazendo uma coisa só (dormir). E nesta lógica existencial (meio ilógica para os dorminhocos) vivenciei, na última semana, duas experiências maravilhosas: acampar com meu filho caçula no Benvirá e o parto da Preta. Dois seres profundamente arraigados em mim e cujos amores enfeitam a minha vida…

fogoNa segunda-feira, durante o banho matutino no Laguinho do Exu, meu caçula sugeriu dormirmos na maloca, com direito a cerveja, um churrasquinho e a companhia da Preta e do Num É. Claro que topei e, à noitinha, lá fomos nós… No escuro, acendemos a fogueira, dividimos a janta com os dois convidados caninos (meu filho usando o pretexto para ganhar a amizade da Preta) e lá fomos nós, no escuro da noite, mergulhar nas águas do laguinho. Cachacinha no copo, papo amigo, brincadeiras com os dois acompanhantes, com a Preta sentada solenemente sobre sua imensa barriga de gestante. Troca de roupa, redes armadas e conversas esparsas até o sono chegar. Na madrugada, como sempre, acordei mergulhado em silêncio e na noite órfã de lua. Botei-me a pensar no filho adormecido no entorno, nos seus esforços para encontrar sentidos para a sua vida, caminhos para seus sonhos e, no meu coração emocionado e apertado de pai, pedi ao Grande que esta noite possa marcar com felicidade as suas memórias, as suas lutas e desesperanças. Deixei a emoção escorrer solta no meu espírito ancião, lavando as angustias da minha alma com o bálsamo do silêncio, até que escutei, crescente, aquele barulhinho inconfundível de chuva. Custei a acreditar, pois há mais de mês eu e minhas plantas esperávamos por ela, em vão. Mas era verdade e ela veio mansa, caindo lentamente, regando tudo à minha volta. Feliz, levantei-me envolvido no lençol e fiquei em pé a apreciá-la, como um fantasma encostado no escuro. E meu filho acordou (coisa rara em sua vida de dorminhoco matutino), para retomarmos as conversas e ver o sol nascer. Mais uma vez, abençoei minhas insônias…

Preta fevereiro 2015 779Na outra madrugada, acordei às três da matina e meu instinto avisou sobre a possibilidade da Preta parir. Passara o dia anterior inquieta, enfastiada, se roçando pelos cantos… Desci e localizei-a no quintal, no mesmo buraco em que a Oyá pariu anteriormente. Chameia-a para a varanda, acendi as luzes e percebi que sua bolsa placentária já havia estourado. Ela encostou-se na parede, eu peguei o álcool iodado e a tesoura e ficamos conversando (eu falava sobre filhos e elas me respondia com pequenos uivos, cortados aqui e ali por sinais de dor). De repente, ela envergou o lombo, se espremeu e começou a sair o primeiro filhote. Azar: veio de traseiro, posição de difícil nascimento, principalmente para uma primípara. Tentei ajudar e ela gritou alto tentando evitar que eu puxasse o nascituro. Falei com ela para acalmar e fui ajudando, até que ele saiu. Ela se deitou e sequer olhou para o filhote. Limpei-o com um pano, já que ela não o fizera, e o coloquei junto às tetas. E ela, cheirando-o, rosnou ameaçadoramente, como já fizera com outros filhotes que eu trouxera para criar, por ciúmes. Fiquei tenso, reclamei com ela e me mantive em alerta (provavelmente as dores tinham sido muito fortes, daí a rejeição). Nasceu o segundo e ela manteve-se indiferente ao  mesmo, obrigando-me a limpar o filhote outra vez. Preocupei-me, pois a possibilidade de rejeição da ninhada estava clara. O que faria, se ela se negasse a amamentá-los? Fiquei a matutar, acariciando sua cabeça e os filhotes até que veio o terceiro. Aí, aconteceu o milagre da maternidade: ela se virou, limpou a placenta, cortou-lhe o umbigo com os dentes e o puxou para junto da barriga (igualzinho à Oyá). Pronto. Daí em diante foi´filhotes jorrando e sendo agasalhados, dez ao todo, cinco machos e cinco fêmeas. E quem não sabia sobre o pai, ficou sabendo a partir do terceiro… Quem? Quem? O Num É!!! Embora a maioria fosse de cor preta, como a mãe, três eram da mesma pelagem amarela daquele que ninguém imaginava ser capaz de emprenhar a parturiente. Ri sozinho na madrugada, imaginando como aquele aparente abestado “acertara” a Preta sem que ninguém soubesse… Pelas contas, havia sido entre o Natal e o Ano Novo (quer dizer: a Preta viu o saco do Papai Num É).

A partir daí, a Preta foi de uma perfeição materna a toda prova. Dia e noite atracada com aquele bando de filhotes em suas tetas, só se levantando para ir no quintal fazer suas necessidades. Até para comer e beber, eu tinha que servi-la próximo à boca, pois não queria levantar para não atrapalhar a mamada da tropa. Cinco dias nestas condições, amamentando e lambendo bunda de filhote vinte e quatro horas por dia (como são muitos, eles mamam por turnos, tendo sempre alguns agarrados às tetas), com leite à farta. Uma mãe como poucas…

E na madrugada de hoje, quando abri a porta, a surpresa: a Preta de pé, ganindo alegre, remexendo-se mais que a mulata globeleza, explodindo de entusiasmo! Olhei do lado e lá estavam os filhotes, amontoados uns sobre os outros, dormindo… Entendi a Preta: ela conseguira superar a fase inicial da maternidade e estava querendo compartilhar comigo aquele tempinho livre. Sentamo-nos então na soleira do portão e ficamos juntos, olhando a lua crescente ainda no horizonte.

Benditas madrugadas, benditas insônias…

sábado, 28 fevereiro, 2015 Posted by | Comentário, Crônica | , | 1 Comentário

Lideranças canalhas e seguidores canalhas merecem ser tratados assim…

O líder fascista do Revoltados On Line vai sofrer impeachment de seus vizinhos

Postado em 28 fev 2015

Marcello Reis, do Revoltados On Line

 

Em sua imaginação doentia, Marcello Reis, o fascista que lidera a facção de extrema direita lelé Revoltados On Line (600 mil likes no Facebook), provavelmente esperava ser enquadrado pela polícia, pelo exército, pela Abin ou pela KGB por causa de suas atividades. Uma espécie de profecia auto realizável de um homem que, segundo ele mesmo, luta contra a escória que tomou conta do Brasil.

Foi triste para ele ter sido enquadrado pelo síndico de seu prédio em São Paulo. 

Marcello, que mora no mesmo edifício do ministro José Eduardo Martins Cardozo, foi repreendido por ter divulgado, em seus vídeos, o endereço. Ele teria sido, também, um dos organizadores de um panelaço ali.

As imagens da discussão foram colocadas por ele mesmo no YouTube, em mais um espetacular ato de falta de noção. Para quem se jacta de mobilizar multidões, é curioso ver como Marcello não consegue convencer sequer seus vizinhos. O sujeito que pede impeachment de Dilma pode ser expulso de casa porque é, ao fim e ao cabo, um mala sem alça.

Marcello Reis é mais um desses casos brasileiros de inimigos da democracia que falam o que querem e reclamam de uma ditadura. Incita o ódio e gasta seus dias caluniando e difamando incessantemente.

Não apenas os suspeitos de sempre — Lula, Dilma, Dirceu etc. Na briga entre petistas e antipetistas durante o ato em defesa da Petrobras na semana passada, por exemplo, seu bando conseguiu chamar o imigrante haitiano Auguste Lubain de “sociopata haitiano contratado por Lula para espancar brasileiros que querem o fim dos roubos” (a história completa está aqui). Enquanto o pau quebrava, Lubain estava no interior de Santa Catarina, onde vive.

Reis fatura com sua obsessão. Depois de se dar mal em vários negócios, hoje vende camisetas temáticas (o kit impedimento custa 175 reais) e pede dinheiro para ele, ou seja, a causa:

“Se você puder contribuir financeiramente para continuarmos nossa nesta GUERRA entre o BEM e o MAL, estamos precisando, não temos ninguém por trás de nós, só temos Deus na nossa FRENTE”. Seguem os dados da conta bancária. “NÃO VAMOS DESISTIR DO BRASIL”, finaliza o amigo de Lobão.

Sua última façanha foi marcar um protesto no dia 13 para confrontar o convocado pelo PT. Manifestantes que aguardam a passeata do impeachment no dia 15 estão estupefatos com a estranha decisão do Mussolini de Pinheiros.

Para quem esperava ser detido pela polícia federal bolivariana e virar mártir, Marcello Reis tem de se conformar com a chupada de um síndico que o chama de “fanfarrão”.

(Acompanhe as publicações do DCM no

Facebook

. Curta aqui).

Sobre o Autor

Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas.

sábado, 28 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , | 1 Comentário

Outra bela bofetada perdida em outra cara desavergonhada…

FHC é humilhado em horário nobre na BBC de Londres

No programa de maior audiência da BBC transmitido por mais de 144 países, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi humilhado em entrevista durante o horário nobrePor redação

No maior canal de televisão da Inglaterra e do Mundo, a BBC de Londres, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi humilhado em horário nobre do Canal.
Para vergonha maior, o programa ainda é transmitido por mais de 144 países pela BBC World e a BBC News Chanel.
O tucano foi entrevistado por Stephen Sackur no programa BBC Hard Talk, o programa de maior audiência da emissora.

O fato gerou grande repercussão pela Inglaterra, no qual cidadãos destacam como “massacre televisionado”, mas garantem que o programa é poucos que saem fortalecidos.
O ex-presidente Lula também foi entrevistado pelo programa e foi fortemente elogiado pelo apresentador.
Vale lembrar que a BBC é inimiga número 1 da Rede Globo na qual é um convênio de manipulação.
Na entrevista FHC queria falar sobre corrupção, mas teve que escutar poucas e boas do apresentador e ainda concordar. O apresentador diz que FHC foi frustante no comando do país e que mesmo tendo dois mandatos como presidente ele não foi capaz de mudar nem uma parcela do país. Logo em seguida, o apresentador deixa claro que mesmo FHC querendo falar sobre a educação e se gabar por isso, ele não foi tão bom assim nessa área e diz que após o mandato dele o ensino nas escolas é um desastre.
Na área econômica em que o ex-presidente diz ter revolucionado o apresentador diz que a unica economia que ele mudou foi a de auxiliar os mais ricos, pois a pobreza não foi extinta como deveria ter sido feito. Fernando Henrique rebate dizendo que na época (2003) teria começado a extinção da pobreza graças ao seu governo, porém Stephen diz que esse feito é do governo Lula bem depois dele ter deixado a presidência e elogia o Bolsa Família.
Stephen também critica as privatizações ilimitadas aplicadas por FHC e as caracteriza como “inadmissíveis”
Finalizando, o apresentador fala sobre a corrupção no seu governo iniciando pelo engavetador geral da república que recebeu mais de 600 processos e arquivou a maioria, cerca de 99%. “O senhor quer me falar que nunca houve nada de errado no seu governo? Ele simplesmente sentou nos processos, um barbárie”, FHC se defende dizendo que ele era independente em suas decisões, mas o apresentador deixa claro aos telespectadores que quem o nomeou foi o presidente Fernando Henrique.
Para terminar a entrevista, FHC se vê sem saída e ainda mente dizendo que ninguém foi corrupto nem foi acusado durante seu governo.
Certamente essa foi uma batalha dura entre o tucano e o apresentador, mas que de certa forma envergonha o Brasil.
Assista a entrevista:

Confira o artigo original no Portal Metrópole: http://www.portalmetropole.com/2015/02/fhc-e-humilhado-em-horario-nobre-na-bbc.html#ixzz3SUk9dkpO

domingo, 22 fevereiro, 2015 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

E que coisa!!!!!

domingo, 22 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , | 1 Comentário

Pena estragar tão bela bofetada em quem não tem vergonha na cara…

Publicado em 22/02/2015

Michelle, da Petrobras, dá uma bofetada no Globo

“… cada vez fica ainda mais evidente a necessidade de uma democratização da mídia, que proporcionará acesso a uma diversidade de informação maior à população que atualmente é refém de uma mídia que não tem respeito com o seu leitor e manipula a notícia em prol de seus interesses …”

No Tijolaço:

MICHELLE: “EU SOU PETROBRAS, VOCÊ É GLOBO”. UMA GENTIL BOFETADA NA MENTIRA E NA HIPOCRISIA

Não precisa de qualquer comentário, exceto o de que há dignidade neste mundo, a carta da petroleira Michele Daher Vieira ao jornal O Globo e à repórter Letícia Vieira, autora do texto Petrobras: a nova rotina do medo e tensão na estatal.

Michele é uma das pessoas que aparecem na foto usada pelo jornal para induzir o leitor a que, de fato, há um clima de terror na empresa, com medo de “de represálias e de investigações”, além de demissões.

A carta de Michelle é um orgulho para os sentimentos de decência humana e uma vergonha para a minha profissão, que deveria ser a de buscadores da verdade e não da construção da mentira.

E a prova de que gente como Paulo Roberto Costa, Pedro Barusco e outros que engordaram roubando a Petrobras são um grão de areia entre milhares e milhares de homens e mulheres de bem, que trabalham ali não só como profissionais corretos e competentes, mas como brasileiros que amam o seu país.

CARTA ABERTA À LETICIA FERNANDES E AO JORNAL O GLOBO

Antes de tudo, gostaria de deixar bem claro que não estou falando em nome da Petrobras, nem em nome dos organizadores do movimento “Sou Petrobras”, nem em nome de ninguém que aparece nas fotos da matéria. Falo, exclusivamente, em meu nome e escrevo esta carta porque apareço em uma das fotos que ilustram a reportagem publicada no jornal O Globo do dia 15 de fevereiro, intitulada “Nova Rotina de Medo e Tensão”.

Fico imaginando como a dita jornalista sabe tão detalhadamente a respeito do nosso cotidiano de trabalho para escrever com tanta propriedade, como se tudo fosse a mais pura verdade, e afirmar com tamanha certeza de que vivemos uma rotina de medo, assombrados por boatos de demissões, que passamos o dia em silêncio na ponta das cadeiras atualizando os e-mails apreensivos a cada clique, que trabalhamos tensos com medo de receber e-mails com represálias, assim criando uma ideia, para quem lê, a respeito de como é o clima no dia a dia de trabalho dentro da Petrobras como se a mesma o estivesse vivendo.

Acho que tanta criatividade só pode ser baseada na própria realidade de trabalho da Letícia, que em sua rotina passa por todas estas experiências de terror e a utiliza para descrever a nossa como se vivêssemos a mesma experiência. Ameaças de demissão assombram o jornal em que ela trabalha, já tendo vários colegas sendo demitidos[1], a rotina de e-mails com represálias e determinando que tipo de informação deve ser publicada ou escondida devem ser rotina em seu trabalho[2], sempre na intenção de desinformar a população e transmitir só o que interessa, mantendo a população refém de informações mentirosas e distorcidas.

Fico impressionada com o conteúdo da matéria e não posso deixar de pensar como a Letícia não tem vergonha de a ter escrito e assinado. Com tantas coisas sérias acontecendo em nosso país ela está preocupada com o andar onde fica localizada a máquina que faz o café que nós tomamos e com a marca do papel higiênico que usamos. Mas dá para entender o porque disto, fica claro para quem lê o seu texto com um mínimo de senso crítico: o conteúdo é o que menos importa, o negócio do jornal é falar mal, é dar uma conotação negativa, denegrir a empresa na sua jornada diária de linchamento público da Petrobras. Não é de hoje que as Organizações Globo tem objetivo muito bem definido[3] em relação à Petrobras: entregar um patrimônio que pertence à população brasileira à interesses privados internacionais. É a este propósito que a Leticia Fernandes serve quando escreve sua matéria.

Leticia, não te vejo, nem você nem O Globo, se escandalizado com outros casos tão ou mais graves quanto o da Petrobras. O único escândalo que me lembro ter ganho as mesma proporção histérica nas páginas deste jornal foi o da AP 470, por que? Por que não revelam as provas escondidas no Inquérito 2474[4] e não foi falado nisto? Por que não leio nas páginas do jornal, onde você trabalha, sobre o escândalo do HSBC[5]? Quem são os protegidos? Por que o silêncio sobre a dívida da sonegação[6] da Globo que é tanto dinheiro, ou mais, do que os partidos “receberam” da corrupção na Petrobras? Por que não é divulgado que as investigações em torno do helicoca[7] foram paralisadas, abafadas e arquivadas, afinal o transporte de quase 500 quilos de cocaína deveria ser um escândalo, não? E o dinheiro usado para construção de certos aeroportos em fazendas privadas em Minas Gerais [8]? Afinal este dinheiro também veio dos cofres públicos e desviados do povo. Já está tudo esclarecido sobre isto? Por que não se fala mais nada? E o caso Alstom[9], por que as delações não valem? Por que não há um estardalhaço em torno deste assunto uma vez que foi surrupiado dos cofres públicos vultosas quantias em dinheiro? Por que você e seu jornal não se escandalizam com a prescrição e impunidade dos envolvidos no caso do Banestado[10] e a participação do famoso doleiro neste caso? Onde estão as manchetes sobre o desgoverno no Estado do Paraná[11]? Deixo estas perguntas como sugestão e matérias para você escrever já que anda tão sem assunto que precisou dar destaque sobre o cafezinho e o papel higiênico dos funcionários da Petrobras.

A você, Leticia, te escrevo para dizer que tenho muito orgulho de trabalhar na Petrobras, que farei o que estiver ao meu alcance para que uma empresa suja e golpista como a que você trabalha não atinja seu objetivo. Já você não deve ter tanto orgulho de trabalhar onde trabalha, que além de cercear o trabalho de seus jornalistas determinando “as verdades” que devem publicar, apoiou a Ditadura no Brasil[12], cresceu e chegou onde está graças a este apoio. Ao contrário da Petrobras, a empresa que você se esforça para denegrir a imagem, que chegou ao seu gigantismo graças a muito trabalho, pesquisa, desenvolvimento de tecnologia própria e trazendo desenvolvimento para todo o Brasil.

Quanto às demissões que estão ocorrendo, é muito triste que tantas pessoas percam seu trabalho, mas são funcionários de empresas prestadoras de serviço e não da Petrobras. Você não pode culpar a Petrobras por todas as mazelas do país, e nem esperar que ela sustente o Brasil, ou você não sabe que não existe estabilidade no trabalho no mundo dos negócios? Não sabe que todo negócio tem seu risco? Você culpa a Petrobras por tanta gente ter aberto negócios próximos onde haveria empreendimentos da empresa, mas a culpa disto é do mal planejamento de quem investiu. Todo planejamento para se abrir um negócio deveria conter os riscos envolvidos bem detalhados, sendo que o maior deles era não ficar pronta a unidade da Petrobras, que só pode ser culpada de ter planejado mal o seu próprio negócio, não o de terceiros. Imputar à Petrobras o fracasso de terceiros é de uma enorme desonestidade intelectual.

Quando fui posar para a foto, que aparece na reportagem, minha intenção não era apenas defender os empregados da injustiça e hostilidades que vem sofrendo sendo questionados sobre sua honestidade, porque quem faz isto só me dá pena pela demonstração de ignorância. Minha intenção era mostrar que a Petrobras é um patrimônio brasileiro, maior que tudo isto que está acontecendo, que não pode ser destruída por bandidos confessos que posam neste jornal como heróis, por juízes que agem por vaidade e estrelismos apoiados pelo estardalhaço e holofotes que vocês dão a eles, pelo mercado que só quer lucrar com especulação e nunca constrói nada de concreto e por um jornal repulsivo como O Globo que não tem compromisso com a verdade nem com o Brasil.

Por fim, digo que cada vez fica ainda mais evidente a necessidade de uma democratização da mídia, que proporcionará acesso a uma diversidade de informação maior à população que atualmente é refém de uma mídia que não tem respeito com o seu leitor e manipula a notícia em prol de seus interesses, no qual tudo que publica praticamente não é contestado por não haver outros veículos que o possa contradizer devido à concentração que hoje existe. Para não perder um poder deste tamanho vocês urram contra a reforma, que se faz cada vez mais urgente, dizendo ser censura ou contra a liberdade de imprensa, mas não é nada além de aplicar o que já está escrito na Constituição Federal[12], sendo a concentração de poder que algumas famílias, como a Marinho detém, totalmente inconstitucional.

Sendo assim, deixo registrado a minha repugnância em relação à matéria por você escrita, utilizando para ilustrá-la uma foto na qual eu estou presente com uma intenção radicalmente oposta a que ela foi utilizada por você.

Fontes:
[1] Demissões nas Organizações Globo:
http://www.conexaojornalismo.com.br/…/demissoes-do-globo-es…
http://radiodeverdade.com/tag/demissoes-na-radio-globo/
http://www.parana-online.com.br/editor…/almanaque/…/836519/…
http://www.portalimprensa.com.br/…/o+globo+faz+cortes+na+re…
http://blogs.odia.ig.com.br/…/globo-inicia-demissoes-no-jo…/

[2] Exemplos de o que deve e não deve ser publicado
http://www.brasildefato.com.br/node/31315
http://www.pragmatismopolitico.com.br/…/globo-ordena-que-no…
http://www.conversaafiada.com.br/…/globo-censura-reporter-…/

[3] Objetivos
http://www.municipiosbaianos.com.br/noticia01.asp…
http://www.aepet.org.br/…/Prezado-a-companheiro-a-da-Petrob…
http://www.viomundo.com.br/…/sordida-campanha-dos-marinho-c…
https://petroleiroanistiado.wordpress.com/…/petrobras-sob-…/
https://fichacorrida.wordpress.com/…/rede-globo-de-corrupc…/

[4] Inquérito 2474
http://www.cartacapital.com.br/…/em-sigilo-ha-7-anos-inquer…
http://www.ocafezinho.com/…/inquerito-2474-ja-esta-na-inte…/
http://www.istoe.com.br/…/…/345927_ERRO+HISTORICO+NA+AP+470+
http://www.brasil247.com/…/Nassif-STF-vai-abrir-segredo-de-…

[5] Escândalo do HSBC
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-assombroso-silen…/
http://economia.ig.com.br/…/reino-unido-investiga-hsbc-por-…
http://economia.estadao.com.br/…/hsbc-entenda-o-escandalo-…/
http://economia.ig.com.br/…/receita-esta-de-olho-em-corrent…
http://www.brasil247.com/…/Sonega%C3%A7%C3%A3o-no-HSBC-%C3%…

[6] Sonegação Globo
http://www.correiodopovo.com.br/blogs/juremirmachado/?p=4664
http://www.ocafezinho.com/…/os-documentos-da-fraude-da-glo…/
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/injusto-e-pagar-im…/
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-o-processo-de…/

[7] Helicoca
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-dcm-apresenta-no…/
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-papel-cada-vez-m…/
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/categorias/helicoca/

[8] Aeroportos Mineiros
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/por-que-a-midia-na…/
http://www1.folha.uol.com.br/…/1493571-aecio-neves-a-verdad…
http://www1.folha.uol.com.br/…/1488587-governo-de-minas-fez…
http://www.pragmatismopolitico.com.br/…/trafico-de-cocaina-…
http://www.plantaobrasil.com.br/news.asp?nID=82339
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/aecio-nomeou-desem…/

[9] Alstom
http://www1.folha.uol.com.br/…/1281123-brasil-e-unico-que-n…
http://tijolaco.com.br/blog/?p=24684

[10] Banestado
http://www.redebrasilatual.com.br/…/o-caso-banestado-a-petr…
http://www1.folha.uol.com.br/…/1267100-justica-anula-punica…
http://ultimosegundo.ig.com.br/…/lentidao-da-justica-livrou…

[11] Beto Richa e o Paraná
http://www.pragmatismopolitico.com.br/…/beto-richa-quebrou-…
http://www.redebrasilatual.com.br/…/curitiba-a-pauta-da-reb…

[12] Globo e a Ditadura
http://www.pragmatismopolitico.com.br/…/editorial-globo-cel…
http://www.brasildefato.com.br/node/25869
http://altamiroborges.blogspot.com.br/…/as-diretas-ja-e-o-c…
http://www.viomundo.com.br/…/faz-30-anos-bom-jornalismo-da-…
http://www.viomundo.com.br/…/fabio-venturini-no-golpe-dos-e…
http://www.viomundo.com.br/…/exclusivo-as-entrevistas-feroz…
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/abrir-empresa-em-p…/

[12] CF/88
Diz o artigo 220 da Carta, no inciso II do parágrafo 3°:
II – estabelecer os meios legais que garantam à pessoa e à família a possibilidade de se defenderem de programas ou programações de rádio e televisão que contrariem o disposto no art. 221, bem como da propaganda de produtos, práticas e serviços que possam ser nocivos à saúde e ao meio ambiente.
Já o parágrafo 5° diz:
Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio.
E o artigo 221. por sua vez, prescreve:
Art. 221. A produção e a programação das emissoras de rádio e televisão atenderão aos seguintes princípios:
I – preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas;
II – promoção da cultura nacional e regional e estímulo à produção independente que objetive sua divulgação;
III – regionalização da produção cultural, artística e jornalística, conforme percentuais estabelecidos em lei;
IV – respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família.


Leia também:

UM PROER PARA AS EMPREITEIRAS

ABC DOS PROCURADORES FANFARRÕES

domingo, 22 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , , | Deixe um comentário

Detalhes? Só se for contra o inimigo (o PT)…

Por que nenhum jornalista quis ouvir a advogada da Odebrecht?

Postado em 19 fev 2015

Desprezada

Se um dia a posteridade quiser aferir a miséria do jornalismo brasileiro nestes tempos, bastará consultar o desabafo da advogada Dora Cavalcanti, que defende a Odebrecht no caso Petrobras.

Num artigo publicado na Folha, ela contou que nem um único jornalista a procurou para conversar sobre o encontro que ela teve com o ministro José Cardozo no dia 5 de fevereiro.

Repito: nem um. Zero.

Que havia interesse jornalístico na reunião é evidente. É só ver, primeiro, o tom apocalíptico com que a mídia a noticiou. E depois a reação histérica e despropositada de Joaquim Barbosa e do juiz Sérgio Moro.

Por que, então, ninguém foi atrás de uma pessoa que participou do encontro?

É que a mídia brasileira não quer ouvir ninguém que traga pontos de vista diferentes dos seus em relação ao caso Petrobras.

Não há espaço para vozes divergentes. Não existe pluralidade. A grande mídia tirou de sua agenda opiniões discordantes.

Ajudar o leitor a entender a complexidade de muitas situações é uma das funções mais sagradas da imprensa.

A nossa abdicou disso há muitos anos. Se você mostra uma realidade parcial para o leitor é mais fácil manipulá-lo.

Esta a lógica sinistra da mídia brasileira.

Dora tens bons pontos.

A questão dos vazamentos seletivos é um deles. Em outros países, pondera ela, isso é inaceitável.

No Brasil, isso virou uma rotina – sem que se veja nenhum empenho em Moro em tentar pôr fim a elas.

Os vazamentos seletivos, e este é outro bom ponto de Dora, atrapalham consideravelmente o direito de defesa dos réus.

Em essência, é uma coisa injusta.

Como teria se comportado Moro se os vazamentos não alcançassem os suspeitos de sempre?

Bem, é uma hipótese inverossível: a imprensa não publicaria nada.

A advogada Dora Cavalcanti trouxe alguma luz ao caso Lava Jato com seu depoimento.

Moro e Barbosa, em compensação, produziram sombras.

Com sua agressão a Cardozo, Moro deixou claro, talvez involuntariamente, que está longe de personificar o ideal do juiz equidistante e imparcial.

É uma má notícia para a sociedade. Não à toa, a imprensa deu a ele o mesmo ar heroico que no Mensalão fora de Barbosa.

Os dois – Barbosa antes e Moro hoje – simbolizam o conservadorismo na Justiça nacional.

Barbosa, no Mensalão, fez horrores sem virtualmente nenhum obstáculo.

É um alerta.

Moro não pode ter o mesmo caminho fácil agora que foi concedido no passado a Barbosa.  Seus métodos têm que ser desafiados quando necessário.

Foi o que a advogada Dora Cavalcanti fez.

A despeito do que a Justiça decida sobre o papel da Odebrecht na história, o gesto de sua advogada merece aplausos. De pé.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

Paulo Nogueira
Sobre o Autor

O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.

sábado, 21 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , , | Deixe um comentário

É claro que este fato não agrada aos coxinhas e ultra-reacionários…

Francisco Castro

O poder de compra do salário mínimo no Brasil atualmente é o maior dos últimos 50 anos

O poder de compra do salário mínimo em janeiro de 2015, fixado em R$ 788, é o maior desde agosto de 1965, informou o Banco Central nesta terça-feira (10).
“O poder de compra do salário mínimo em janeiro de 2015 é o maior desde agosto de 1965, superado apenas pelo registrado no período de julho de 1954 a julho de 1965″, ressalta o Banco Central. Por isso, de acordo com a autoridade monetária, não surpreende o fato de que o rendimento médio real do trabalho venha crescendo há vários anos, em todas as regiões do País. De 2003 a 2013, por exemplo, os aumentos médios anuais desses rendimentos atingiram 5,1% no Nordeste; 4,3% no Centro-Oeste; 3 7% no Norte; 3,5% no Sul; e 3,1% no Sudeste.
O boletim do Banco Central também informa que a renda da população ocupada “supera o avanço do mínimo”. O rendimento da população ocupada com renda de até um salário mínimo cresceu 52% a mais do que o salário mínimo, sendo 36% no Norte; 48% no Nordeste; 49% no Sul; 56% no Centro-Oeste e 60% no Sudeste.
“A análise das variáveis indica, portanto, que elevações reais dos rendimentos do trabalho em anos recentes – em especial nas faixas de menor rendimento – foram determinadas, em parte, pela valorização do salário mínimo”, afirma o Banco Central.

Cestas básicas

Ainda segundo o Dieese, o mínimo de R$ 788 neste ano equivale a 2,22 cestas básicas (R$ 355 cada uma). “Na série histórica da relação entre as médias do salário mínimo anual e da cesta básica anual verifica-se que a quantidade de 2,22 cestas básicas é a maior registrada nas médias anuais desde 1979″, informou o Departamento em janeiro deste ano.

quinta-feira, 19 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , | 1 Comentário

Será tão infame a ganância do Titio?

FEB 17

11 de setembro foi farsa, revelam cientistas

Cientistas dinamarqueses deixam questões para se refletir, fatos descobertos pelos pesquisadores revelam que o atentado do 11 de setembro foi uma grande farsa: “A ganância do ser humano não tem limites.”
Por redação

Muito já se falou sobre o suposto ataque terrorista às Torres Gêmeas do World Trade Center, no 11 de Setembro. Surgiram teorias, surgiram especialistas, surgiram muitas questões… Mas quando um investigador cientista encontra explosivos Nano Thermite em destroços do World Trade Center cai por terra a ideia de um ataque terrorista ou, pelo menos, a versão oficial começa a feder e muito. “A ganância do ser humano não tem limites.” Uma equipe de oito pesquisadores liderados pelo professor Niels Harrit da Universidade de Copenhaguem (Dinamarca), comprovaram a existência de explosivos altamente tecnológicos em amostra dos escombros das torres gêmeas e do prédio 7. Essa pesquisa vem confirmar um trabalho semelhante previamente executado pelo professor Steven Jones nos Estados Unidos. Outras matérias que vêm de encontro a esse achado são as da equipa de Arquitectos para o 9/11. Com esse achado explica-se a queda livre dos prédios num processo de demolição implosiva controlada. Os aviões não poderiam derrubar as torres gémeas devido a temperatura do combustível não ser suficiente para derreter aço. O impacto também não pode ter afectado a estrutura no nível afirmado pelo governo americano, uma vez que o prédio foi desenhado para suportar aviões daquele tamanho. Ferro derretido na base dos prédios ficou vivo por várias semanas. E por três meses fotos infravermelhas de satélites mostraram bolsões de alto calor nas três torres. Larry Silverstein comprou o leasing do WTC entre 2000 e 2001, dois meses antes do “ataque” ele segurou os prédios em dois bilhões de dólares contra ataque terrorista, algo como todos sabemos um tanto incomum. O ataque 9/11 serviu para: 1. Criar ódio contra os árabes e fomentar as guerras americanas na saga pelo petróleo e a hegemonia Israelense no Médio Oriente. 2. Desaparecer com 1,5 trilhões de dólares a fundo perdido das contas do Pentágono (Rumsfeld declarou um dia antes). 3. Documentos provas contra a Enron que desapareceram na queda do predio 7. 4. Auto-pagar os empreiteiros, talvez via Larry Silverstein e a fortuna que ele arrecadou de seguro. Existem evidências que agentes do Mossad (serviço israelense) foram capturados no dia carregando explosivos. Todos foram libertados pelo FBI. (esta informação precisa ser confirmada).

quarta-feira, 18 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , , | 2 Comentários

Surpreendente: a velha e modesta Losna pode curar câncer?

Publicado em: sex, set 19th, 2014

Losna: Uma Erva Que Mata 98% Das Células Cancerígenas Em 16 Horas

artemisia-annua-300x165Nota SS:  É possível encontrar a Artemisia (Losna) em qualquer loja de produtos naturais.

Uma erva que mata 98% das células cancerígenas em 16 horas
Já reconhecida à mais de 2000 anos pela medicina tradicional chinesa como um poderoso remédio contra a febre e, mais recentemente, contra a malária, Artemisia annua (conhecida também como Losna ouAbsinto), é uma planta aromática com qualidades medicinais inequívocas.
Estudos recentes que usaram a planta para combater as células cancerígenas foram muito surpreendente. Assim, numa série de estudos, a artemisinina, uma substância extraída do losna e utilizada em fitoterapia chinesa há séculos, reduz as células do cancro do pulmão de até 28%. Em combinação com ferro, esta planta incrível mata 98% das células cancerígenas em apenas 16 horas. Ainda melhor; ele ataca seletivamente células “más” sem afetar o tecido saudável.
“Em geral, nossos resultados mostram que a artemisinina para o fator de transcrição” E2F1 ‘e está envolvido na destruição de células de cancro do pulmão “, foi indicado na conclusão da pesquisa realizada no laboratório de cancro da Universidade da Califórnia.
Um outro estudo da Universidade de Washington, liderado pelo Dr. Henry Lai e Narendra Singh, e até agora, o maior estudo feito à artemisinina nos Estados Unidos mostra que a artemisinina, sempre combinado com ferro, tem uma taxa comprovada de 75% de destruição do cancro da mama após apenas 8 horas e quase 100% de destruição em apenas 24 horas.
As células cancerígenas tendem a acumular mais ferro do que as células normais para promover a divisão celular, eles tornam-se mais suscetíveis à combinação de artemisinina e ferro. Finalmente, muitos outros experimentos foram realizados até agora todos eles têm mostrado que a artemisinina combinada com ferro pode efetivamente destruir o cancro em vários órgãos (intestino, próstata, etc). A infusão de artemisinina já oferece uma boa proteção contra vários tipos de cancro, mas a versão em pó seco seria muito mais eficaz.
Dr. Len Saputo classifica a artemisinina de “bomba inteligente contra o cancro.” Neste vídeo em Inglês, Dr. Saputo mostra como esta combinação de ferro e artemisinina pode ser desenvolvido em poderosos medicamentos anti-cancro.”

Leitura sugerida:
Losna: A Nova Erva Contra o Câncer
Fonte: ZacaMen
via: http://ultimas-curiosidades.blogspot.com.br

terça-feira, 17 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , | 1 Comentário

Vocês viram isso na grande mídia? Duvido…

Publicado em 17/02/2015

Notícias do Brasil? Vá ler lá na China…

É o que a Lava Jato quer que não aconteça …

 O Conversa Afiada reproduz artigo de Fernando Brito, extraído do Tijolaço:

NOTÍCIAS DO BRASIL? VÁ LER LÁ NA CHINA…

Enquanto os jornais brasileiros se ocupam de destruir o único setor da economia onde ainda imperava o capital nacional, a construção pesada,  é no China Daily que você fica sabendo que estão avançando as tratativas para por em prática o acordo assinado em julho passado entre o Brasil e a China (e, depois, o Peru) para a construção de uma ferrovia de 5 mil quilômetros (40% já existentes) ligando o Atlântico e o Pacífico.

Valdemar Leão, o embaixador do Brasil para a China, em entrevista ao Diário do Povo, anunciou que, nos próximos dias, começam as reuniões técnicas para a execução do projeto. Coisa pequena, de mais de  US$ 30 bilhões, financiados pelos chineses à base de “project finance”, ou pagamento com a própria operação da ferrovia.

Claro que não é porque os chineses são “bonzinhos”, mas porque pensam estrategicamente em suas necessidades de grãos e de minérios, tanto que já se lançaram às obras do Canal da Nicarágua, que tira do Panamá (e do controle dos EUA) a ligação entre o Atlântico e o Pacífico. Aliás, não apenas aqui, na América Latina, mas em todas as partes do mundo.

Há, ainda, um problema a ser superado, que é a reivindicação da Bolívia de que o trajeto inclua seu território, com uma ligação com La Paz. Mas, como a solução provável para isso deve ser um ramal ligando a Bolívia ao trajeto principal, este pode começar a ser detalhado antes.

Porque um projeto destes, para chegar ao ponto de execução, consome anos e, a rigor, esta é uma ideia que tem décadas, já.

Quando chegarmos ao ponto de realizar obras – com o projeto encarecido ao extremo por exigências ambientais, como as que acabaram por inviabilizar o trem-bala entre o Rio e São Paulo –  que empresas irão realizá-lo?

A José Manoel Reformas e Pinturas? A Fulaninho Engenharia Ltda.? Ou, quem sabe, uma chinesa, já que os amigos de olhinhos repuxados não vão entregar de bandeja para a Halliburton?

Nunca é demais relembrar a velha piada sobre a ponte que Deus e o Diabo resolveram construir entre Céu e Inferno, para facilitar o trânsito das almas decaídas e das redimidas, de um lado para o outro.

Combinaram que cada um faria metade e, dali a um ano, as duas partes se reuniriam num ponto intermediário, bem no meio do Purgatório, onde haveria um trevo de acesso em ambos os sentidos.

Passou o ano e, como combinado, lá estava o Diabo de pé, orgulhoso e cheirando a enxofre, na ponta de sua metade da obra.

Mas a parte que vinha do Céu não estava lá.

Chega então Deus, constrangido, a bordo de sua nuvem e leva logo uma cobrança do Capeta: “francamente, depois eu é que sou o Príncipe da Mentira? Cadê a sua parte na ponte, Senhor?

E Deus, meio sem jeito: sabe o que é? É que procurei, procurei, mas no Céu não tem um empreiteiro que seja…

Pelo visto, o Brasil vai virar o Céu. Mas um Céu bem atrasadinho, um verdadeiro Inferno.

terça-feira, 17 fevereiro, 2015 Posted by | Repassando... | , | Deixe um comentário