Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Ninguém mais respeita o Titio…

Publicado em 28/03/2015

Brasil é sócio de banco chinês que peita os EUA

A nova Rota da Seda sai do Leste da China e chega às barbas dos americanos, na Holanda !

O Conversa Afiada reproduz nota oficial da Presidenta Dilma:

BRASIL SERÁ MEMBRO-FUNDADOR DO BANCO ASIÁTICO DE INVESTIMENTO EM INFRAESTRUTURA

O governo brasileiro aceitou o convite da República Popular da China para participar como membro-fundador do Asian Infrastructure Investiment Bank (AIIB).

A presidenta Dilma Rousseff anunciou, nesta sexta-feira, 27, que o Brasil tem todo o interesse de participar desta iniciativa, que tem como objetivo garantir financiamento para projetos de infraestrutura na região da Ásia.

Sobre o AIIB:

http://en.wikipedia.org/wiki/Asian_Infrastructure_Investment_Bank

Sobre o principal projeto do AIIB: construir uma nova Rota da Seda, por terra, para sair do Leste da China e chegar ao coração da Europa, via Rússia, Turquia, até Rotterdam, na Holanda, nas barbas dos americanos:

http://www.xinhuanet.com/english/special/silkroad/

Sobre a reação americana – a ficha caiu quando a Alemanha (protetorado americano) e a Inglaterra (agencia bancaria dos Estados Unidos) aderiram ao AIIB:

http://www.nytimes.com/2015/03/20/world/asia/hostility-from-us-as-china-lures-allies-to-new-bank.html

Navalha

Usuais vira-latas, o Clóvis Rossi e o dos chapéus (ver no ABC do C Af) vão cortar os pulsos.

Eles terão a companhia da Urubóloga e do Ataulfo Merval (também no ABC do C Af) na macabra cerimônia.

Ataulfo, como se sabe, estará na companhia de William Traaack (no ABC do C Af) e do Fernando Oculto, que deram valiosos “briefs” (não mexa, revisor !) ao embaixador americano na eleição em que o Cerra tomou a primeira surra.

O embaixador americano não sabia em que fria ia se meter …

Essa é a turma que tira o sapato na entrada.

E se ajoelha para sair.

É o pessoal que vai detestar o imperdível livro do Celso Amorim.

Em tempo: como se sabe, o FHC, o Cerra e o Aecioporto preferiam que o Brasil aderisse à “Rota do Pacifico”, a nova ALCA dos americanos. Seria composta dos países asiáticos adversários da China – como o Japão (protetorado americano) – e uns latino-americanos com vocação para México (outro protetorado americano). FHC fala em integrar o Brasil às “correntes internacionais de comércio” – ou seja, tirar o sapato… E a primeira forma de integração seria integrar o pré-sal à ChevronPHA.

Em tempo2: para ver como o AIIB será uma alternativa ao FMI da Urubóloga:

http://www.silkroadreporters.com/2015/03/26/chinas-100-billion-imf-alternative/

Paulo Henrique Amorim

Anúncios

segunda-feira, 30 março, 2015 - Posted by | Repassando...

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: