Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Sujos não podem falar dos mal-lavados…

Lula: quem roubou não pode chamar petista de ladrão

publicado 22/10/2015
Via conversaafiada.com.br
“A elite brasileira nunca gostou de ninguém que cuida dos pobres”
lulalula interna.jpg
“Eu não sou Getúlio, não vou me matar, não sou Jango, não vou sair do Brasil e não sou Juscelino, eu sou o Lula”

Na Fel-lha:

Gente que roubou não pode chamar petista de ladrão, afirma Lula
Em discurso de uma hora destinado a militantes do PT no Piauí, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na noite desta quarta-feira (22) que quem “roubou a vida inteira” não pode chamar os petistas de ladrões.

“Queria pedir para vocês é que os petistas voltem a ter orgulho do PT. Se alguém nosso errou, vai pagar, como qualquer cidadão. Mas o que não se pode admitir é que gente que a gente sabe que roubou a vida inteira venha a chamar o PT de ladrão. A gente não pode permitir.”

No evento –realizado no hotel Blue Tree, em Teresina, para cerca de mil pessoas–, ele criticou ainda os adversários que pedem o impeachment de Dilma e admitiu que o PT vive momento difícil.

“[Já] Chamei atenção da direção do partido para o processo de criminalização que estão fazendo ao PT. A ideia é estimular o ódio da mesma forma que os nazistas estimularam contra os judeus, e em tantos outros momentos históricos com os cristãos”, disse Lula.

(…)

‘NÃO SOU GETÚLIO’

Lula disse ainda que a elite brasileira se incomoda com a ascensão dos pobres. “A elite brasileira nunca gostou de ninguém que cuida dos pobres, nunca. Ela não gostou de Getúlio [Vargas], que, após quatro anos de mandato deu um tiro no peito. Ela [elite] não gostou de João Goulart, e fez ele se retirar [do poder].”

E o petista continuou: “ela dizia que ‘o Juscelino não pode disputar, se disputar não pode ganhar, se ganhar não toma posse e se tomar posse a gente derruba’. E eu disse para eles: eu não sou Getúlio, não vou me matar, não sou Jango, não vou sair do Brasil e não sou Juscelino, eu sou o Lula. A minha arma é o povo brasileiro e essa é a arma da Dilma.”

Segundo Lula, existe “algo estranho acontecendo no país” e que há uma onda de “insinuações” e de “suspeição”.

“Eu acho, companheiros, e eu sei que tem muita gente incomodada, chega a dizer que tudo isso é para evitar que o PT continue em 2018. Vocês sabem que se tem uma pessoa que perdeu eleição neste país fui eu. E eu respeitei todas as derrotas.”

O petista disse ainda que os adversários têm de aprender a respeitar o resultado do jogo. “A companheira Dilma foi eleita presidente da República democraticamente na campanha mais perversa que uma candidata sofreu.”

quinta-feira, 22 outubro, 2015 - Posted by | Repassando... | , ,

1 Comentário »

  1. O Lula é o ” senhor” Lula. Adoro acompanhar os argumentos possíveis apenas de pessoas altamente inteligentes e de tamanho equilíbrio emocional. Adoro ele!

    Comentário por mariceli de campos Paraense | quarta-feira, 28 outubro, 2015


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: