Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

O prazer de quem morre é estrebuchar! Não é, Cunha?

Aos números: a Oposição não tem voto

O placar está 314 a 99…
publicado 08/12/2015
bessinha manicomio judiciario
Informou o Globo sobre a última votação importante no Congresso, cinco dias atrás:

A nova meta foi aprovada na Câmara por 314 votos a favor e 99 contra, depois de sete horas de discussão. No Senado, o placar foi 46 votos a favor e 16 contra. O quórum mínimo para a votação é de 257 deputados e de 41 senadores presentes.
Os partidos de oposição primeiro tentaram obstruir a sessão, apresentando vários requerimentos para evitar a votação, e depois votaram contra o projeto.

O Congresso aprovou ontem, dia 1o. De dezembro, a nova meta fiscal de 2015, que autoriza o governo a fechar as contas deste ano com um déficit de até R$ 119,9 bilhões.

A traição epistolar daquele que construiu um patrimônio político no Porto de Santos, o capitão do Golpe foi o ponto final de uma carreira de ambiguidades (para ser elegante).

A traição vinha de longe: era uma no cravo e outra na ferradura.

Sempre movimentos escondidos, quase imperceptíveis, como os de um mordomo inglês de filme policial…

Quando Temer viu que tinha a possibilidade de apunhalar a Dilma, como Café Filho apunhalou Vargas – lembrou o Fernando Brito – e sentar na cadeira, os movimentos se tornaram mais visíveis.

Ele passou a faltar à reunião das segundas-feiras no Palácio, de coordenação política.

E começou a conversar com os Golpistas, de forma mais escancarada.

No dia em que o Cunha deu o Golpe do impítim, Temer almoçou com os lideres da Oposição – entre eles os inatacáveis Aloysio 300 mil e o Tarja Preta.

O Tarja Preta foi se oferecer para Ministro da Fazenda.

E lembrar ao Moro: esqueça de mim, Dr Moro, porque eu posso mandar no Brasil!

E nomear o Preciado presidente da Petrobras!

A carta press-release do Temer acirra o PMDB.

Mas, o PMDB é o que é desde sempre.

E nele, o Temer tem tantos votos quanto o Farol de Alexandria controla no PSDB.

Sobre o neo-nervosismo do PMDB, a chave estará no PMDB do Rio, com o Pezão e o jovem Picciani.

Pezão e Picciani seguram uma parcela importante do PMDB.

E, aí, o Lula pode desempenhar um papel relevante, porque o Lula fala com o PMDB – até com o Temer.

(Depois deve lavar as mãos, como faz o Tarja Preta, quando pega em pobre.)

A Oposição não tem os votos para derrubar a Dilma – demonstrou O Globo, no domingo.

O único Governador francamente Golpista é o de Mato Grosso – ou seja, o Golpe só vai vigorar em Diamantino!

Quando a Oposição se isola numa posição radical, toma uma surra.

Como se viu na aprovação da meta fiscal.

O que, aliás, tornou inepta a acusação de que a Dilma pedalou em 2015 – como dizem os juristas que foram ver a Dilma.

Na ultima votação, a Oposição perdeu de 314 a 99.

Vamos supor que ela faça uma proeza política e chegue ao limite superior de sua capacidade: 110 votos na Câmara.

É o patrimônio do DEM (ex-Arena, o DEM do impoluto Agripino Maia), mais o PPS do ex-comunista Roberto Freire (pior que um ex-comunista, só um…), e o PSDB do Aecím, que se afogou em Furnas, fez gentilezas à Andrade em Minas e passa a lua de mel de graça em suíte do Waldorf Astoria às expensas de banqueiro preso!

Sem falar no Pauzinho do Dantas, acusado de vender greve!

Eis aí uma jabuticaba brasileira: vender greve!

Nem o Jimmy Hoffa vendia grave.

E olha que o Hoffa acabou emparedado no concreto que sustenta um estádio de beisebol…

Essa é a bancada do Golpe!

110 votos!

(E mais um, solitário, no Supremo, onde, sempre na minoria, vota aquele que quer fazer test-drive de Presidente.)

E o que faz quem não tem voto?

Tenta o Golpe!

Faz barulho!

Tenta paralisar o país.

(O que, amigo navegante, tem lá sua vantagem, que ninguém nos ouça: faz o passaralho bater as asas sobre o PiG.

Quem manda querer paralisar o Brasil?

Um dia a Urubóloga, o Ataulpho Merval de Paiva e o dos chapéus vão pagar o preço de pregar o caos…)

A traiçÃo do Temer traz à luz o óbvio.

O modelo faliu.

O consorcio PT-PMDB foi para o espaço!

Que bom!

Do outro lado da ponte – derrotado o impÍtim – a Dilma vai se livrar desse PMDB do Temer!

Já imaginou como deve ser a vida sem precisar sentar ao lado do Temer!

E fingir que conversa!

Que barato!

Trancar o Temer no Jaburu até 1º De janeiro de 2019!

Ele, o Padilha e o Wellington do Paulo Dote.

Como diz o Fernando Morais: a Dilma vai sair mais forte desse Golpe fracassado.

Porque, como se sabe, a UDN não ganha eleição.

Tenta o Golpe!

Em tempo: esse Bessinha… O Ministro sic ainda vai te processar, Bessinha, cuidado!

Paulo Henrique Amorim

terça-feira, 8 dezembro, 2015 - Posted by | Uncategorized | , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: