Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

E agora, José (Serra)?

Tá começando a corrida presidencial propriamente dita. E embora os competidores estejam apenas no aquecimento, parece que o bicho vai pegar. Diante dos novos fatos das pesquisas eleitorais, o José Serra deve estar lembrando do Drumond de Andrade: _ E agora, José?

Considero a candidata Dilma a melhor, por seu histórico de luta pela democracia, pela honestidade explícita e pela seriedade com que encara a gestão pública. Ao meu ver, sua única deficiência é a falta de jogo de cintura político, aspecto em que ela parece estar melhorando aos poucos, sorrindo mais, assumindo atitudes mais simpáticas em detrimento do seu jeito “sargentão”. E ela tem a seu favor, além de ter sido o um dos principais soldados do governo Lula, o fato de ser uma mulher com possibilidades reais para governar o país. E cá entre nós, acho que tá na hora de tentar um toque feminino nesta vadiagem política que grassa entre os homens deste Brasil! Não que mulheres não sejam também corruptíveis, é que uma mulher séria poderá ver com outros olhos a realidade social da nação e dar continuidade e ampliação às políticas públicas que a sensibilidade social do Lulinha desencadeou…

Bem, muita água ainda vai rolar nesta ribanceira, mas uma boa candidata, com o apoio de um cabo eleitoral com a estatura moral e política do Lula, var dar o que falar…

Leiam a matéria abaixo e sintam o cheiro do que vem por aí…

___________________________________

Pesquisas põem em xeque a estratégia de Serra

Entre a pele de cordeiro que leva água para o moinho de Lula –e a hidráulica eleitoral faz chegar até Dilma; e a pele de lobo que sanciona o escrutínio plebiscitário e o contrapõe a um Presidente com 83,7% de apoio popular, Serra vive o dilema clássico em que nenhuma solução é boa. Se correr o bicho pega; se ficar o bicho  come. É o que mostra a virada de Dilma nas pesquisas dos últimos dias mas, sobretudo, os dados adicionais do levantamento da CNT/Sensus desta 2º feira, a saber:

a) 60,8% dos brasileiros estão dispostos a votar no candidato à Presidência da República apoiado por Lula –não é o caso de Serra;

b) 55,4% não votariam num candidato que tem o apoio de FHC –é o caso de Serra;

c) Dilma representa, para a maioria dos eleitores (54,6%), a continuidade das políticas econômicas e sociais do governo Lula;

d) 57,1% acreditam que o governo Lula gerou o maior número de benefícios econômicos e sociais desfrutados atualmente pela sociedade. Apenas 17,4% mencionam FHC nesse quesito.

Enfim, mal começou a campanha e Serra já não convence mais ninguém no papel de  ‘continuador’  das políticas de Lula.

Vai para o confronto?

Fonte: cartamaior.com.br

Imagem: www.portalhoje.com/tag/dilma

terça-feira, 18 maio, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , , | Deixe um comentário