Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Não deixem de ler: as mentiras da TV x a realidade econômica do país…

Postado em 28 dez 2015

Compras de Natal: o mundo acabou mesmo?

Compras de Natal: o mundo acabou mesmo?

A última semana do ano nos deu uma percepção mais clara da distância entre os dados econômicos e a maneira como eles são divulgados pela grande imprensa nacional de acordo com os interesses de ocasião.

É sabido que a movimentação das compras de Natal é um forte termômetro para medir o quão aquecida está a economia do país e o poder de compra dos brasileiros.

A partir desses dados podemos ter uma idéia, apesar de que ainda insuficientes, da como andam o orçamento familiar e a capacidade de endividamento das famílias como um todo.

Com a divulgação dos números pela ALSHOP – Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, os grandes portais de imprensa se apressaram em veicular em letras garrafais a queda de 1% nas vendas e o seu pior Natal nos últimos 10 anos.

Logo se viram obrigados a reconhecer que as vendas efetuadas no mercado eletrônico tiveram um aumento inimaginável de 26% no mesmo período. Por si só, já seria um motivo de comemoração e não de penúria como quiseram levar a crer. Mas o fato é que os números vão além.

O que apresentaram como uma queda de 1% refere-se exclusivamente ao período de 1 a 24 de dezembro em relação ao mesmo período. Se observarmos a trajetória anual em termos nominais, de janeiro a dezembro as compras em shopping centers tiveram um aumento de 1,7% em relação a 2014.

Além disso, a grande mídia também considerou desnecessária a informação de que em 2015 o país presenciou a abertura de mais 19 shopping centers em todas as regiões. Destaque para o Sudeste e Nordeste com 8 e 7 novos empreendimentos, respectivamente.

Com isso, houve um aumento no número de lojas em operação em todo o Brasil: 1.042 novas lojas para ser mais exato. No fim, o que alardearam como o apocalipse do Natal na verdade é o resultado de um saldo positivo de 30.400 novos empregos com carteira assinada nesse setor especificamente.

Todos os dados acima foram obtidos do próprio relatório da ALSHOP, ou seja, com todas as informações em mãos, a oligarquia midiática brasileira preferiu não informar, ou pior, desinformar o seu público.

Esse é apenas um exemplo do terrorismo econômico que jornalistas sem qualquer compromisso com a realidade dos fatos, ajudam a construir um ambiente desfavorável à retomada do crescimento.

Não estou aqui de forma alguma querendo deixar a entender que não passamos por momentos difíceis ou que todas as dificuldades ora enfrentadas sejam de responsabilidade exclusiva da imprensa nacional.

Passamos sim por momentos de ajustes que demandam medidas sérias e enérgicas. Mas o que se tem visto por parte da grande mídia é uma contribuição monumental para o agravamento da percepção desse momento.

Os fundamentos micro e macroeconômicos do Brasil de hoje são extremamente mais sólidos e consistentes do que nas inúmeras crises que já passamos no decorrer da história.

Para ficarmos num só exemplo, basta dizer que no dia 1.o de janeiro de 2003, quando FHC entregava a faixa presidencial ao presidente Lula, as nossas reservas internacionais somavam 37 bilhões de dólares. No fechamento de novembro de 2015 contabilizamos 357 bilhões de dólares dessas mesmas reservas.

É inegável que 2015 se encerra como o pior ano da era petista e isso a grande mídia brasileira faz questão de tornar claro. O que simplesmente estão nos omitindo é que o pior ano do PT no governo ainda é melhor do que o melhor ano dos governos FHC e Sarney juntos.

E nisso os números não mentem.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

Carlos Fernandes
Sobre o Autor

Economista com MBA na PUC-Rio, Carlos Fernandes trabalha na direção geral de uma das maiores instituições financeiras da América Latina

quarta-feira, 30 dezembro, 2015 Posted by | Repassando... | , | Deixe um comentário

Perdoai, Senhor, a nóia nossa de cada dia…

Repassado pelo navegante Carlos Germer, caracterizando de forma bem-humorada as paranóias (ou nóias, com dizem os descolados) induzidas pelo terrorismo existencialista (em suas dimensões físicas e espirituais), através de informações falsas e/ou verdadeiras que nos são repassadas intensa e cotidianamente, pela mídia, pelas redes sociais e até mesmo nos consultórios médicos.

Leiam, reflitam e, conforme cada um, riam, investiguem ou se desesperem definitivamente…
__________________________________________

Podemos ser enganados…

Repassando…

Ridicularizando as recomendações que freqüentemente nos são mandadas pela internet. Sendo que algumas podem ser exageradas ou falsas.

Uma boa página para esclarecer estas barbaridades é: <http://www.e-farsas.com/&gt;.

Em dúvida recorra a esta ou outras páginas semelhantes que se ocupam em desmascarar estas crendices virtuais.

Ab.


Prezados  amigos, quero agradecer a todos pelos e-mails educacionais que recebi. Graças a eles, hoje sou outra pessoa. Eu não  abro mais a porta do  banheiro  sem usar uma toalha de papel nas mãos; não bebo mais refrigerante com rodelas de  limão, nem como camarão com o limão para não me  intoxicar. Agora, chupo laranja me preocupando com as milhares de bactérias na casca.   Não uso  mais o controle remoto em quartos de hotel  porque não sei  o que a última pessoa estava fazendo enquanto navegava nos canais adultos.  Tenho  dificuldade em apertar a mão de alguém que  estava dirigindo porque o passatempo predileto de alguém dirigindo é  cutucar o nariz. Não consigo  pegar numa bolsa de mulher com medo que  ela a tenha colocado no chão de um banheiro público. Tenho que  mandar um agradecimento especial para quem me  enviou uma mensagem falando do cocô de rato na cola de envelopes, porque  agora eu uso uma esponja úmida para cada envelope que precisa ser selado.   Pela mesma  razão, escovo  vigorosamente cada latinha antes de abri-la. Eu não tenho  mais economias porque dei para  uma menina doente (Penny Brown) que está para morrer pela 1. 387.258 vez.  Não tenho  mais dinheiro, mas isto vai  mudar quando eu receber os 15.000 dólares que o Bill  Gates/Microsoft e AOL vão me mandar  por participar no programa especial de e-mail. Eu não me  preocupo mais com minha alma porque eu tenho  363.214 anjos olhando por mim, e a novena de Santa Theresa atendeu todos os meus desejos. E depois, Nossa Senhora tá morando aqui em casa. Eu não posso  mais beber um drink num bar porque posso  acordar numa banheira cheia de gelo sem meus rins. Não uso  mais desodorantes cancerígenos,  mesmo fedendo como um búfalo num dia quente. GRAÇAS A VOCÊS  aprendi que  minhas preces só serão atendidas se eu enviar um email para 7 dos meus  amigos e fizer um desejo em 5 minutos.  GRAÇAS Á SUA  PREOCUPAÇÃO eu não bebo mais Coca Cola porque ela é capaz de remover manchas em privadas.  Eu não  abasteço mais o carro sem ter alguém  vigiando para que um serial killer não entre  no banco de trás enquanto eu estou abastecendo. Não bebo  mais Pepsi ou Fanta  porque as  pessoas que produzem esses produtos são ateístas e se recusaram a colocar nas latinhas: Feito por Deus. E OBRIGADO POR  ME AVISAR que eu não  posso esquentar um copo de água no microondas porque pode estourar na minha cara e me desfigurar para a vida inteira. Eu não vou mais ao cinema  porque me disseram que eu posso ser picado por num alfinete infectado com AIDS quando eu sentar. Não vou mais a shopping centers porque alguém  pode me drogar com uma amostra de perfume e me roubar. Não recebo mais pacotes da UPS ou FedEx porque, na realidade os entregadores são agentes disfarçados da Al Qaeda. Não atendo mais telefones  porque alguém vai me pedir que disque um número pelo qual eu vou receber uma conta com chamadas para a Jamaica, Uganda, Singapura e Uzbekistão. GRAÇAS A VOCÊS  eu não uso outra privada que não a minha, porque uma enorme cobra preta pode estar  escondida dentro da privada e me matar instantaneamente quando picar minha  bunda E GRAÇAS AO SEU ÓTIMO CONSELHO eu não me  abaixo mais para pegar uma moeda caída no chão do estacionamento porque  provavelmente foi colocada lá por um tarado sexual que estará esperando  prá me agarrar por trás quando eu me abaixar… Não dirijo  mais meu carro porque  comprando gasolina de algumas empresas, estou apoiando a Al Qaeda e, se comprar das outras companhias, estou apoiando os ditadores sul-americanos.  Eu não mexo  mais no meu jardim porque tenho  medo de ser picado pela aranha armadeira e minha mão cair.

Se você não  mandar este email para pelo menos 144.000 pessoas nos próximos 70 minutos,  uma pomba grande com diarréia vai pousar em sua cabeça às 17:00 horas amanhã à tarde e as moscas de 120 camelos vão infestar suas costas, causando o crescimento de uma enorme corcunda cabeluda. Eu sei que isto vai acontecer porque aconteceu com a cabelereira da melhor amiga do segundo marido da prima da sogra de minha vizinha. Ah, e a  propósito: Um cientista  alemão da Argentina descobriu, após um longo estudo, que pessoas com pouca atividade cerebral lêem seus emails com a mão sobre o  mouse. Não preocupe em tirá-la, é tarde demais!
P.S. Eu agora guardo minha escova de dentes no quarto, assim não corro o risco de contaminá-la com as bactérias da privada.


quarta-feira, 11 janeiro, 2012 Posted by | Comentário, Repassando... | , , , | 4 Comentários