Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Reflexão domingueira…

“Estudos comprovam que a posição sexual que os casais mais usam é a de cachorrinho:

O homem se senta e implora…

 A mulher mulher rola, e finge de morta…”

(procura-se o autor)

 

domingo, 17 abril, 2011 Posted by | Repassando... | , | 1 Comentário

Relembrar pode ser muito perigoso…

image00111

segunda-feira, 26 janeiro, 2009 Posted by | Repassando... | , , | Deixe um comentário

A sabedoria das mulheres-companheiras…

Um homem e uma mulher estavam casados por mais de 60 anos.

Eles tinham compartilhado tudo um com o outro, tinham conversado sobre tudo e não tinham segredo entre eles, afora uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela. Assim, por todos aqueles anos ele nunca nem pensou sobre o que estaria naquela caixa de sapato. Mas um dia a velhinha ficou muito doente e o médico falou que ela não sobreviveria. Então o velhinho tirou  a caixa de cima do armário e a levou pra perto da cama da mulher. Ela então concordou que era a hora dele saber o que havia naquela caixa.

Quando ele abriu a tal caixa, viu duas bonecas de crochê e um pacote de dinheiro que totalizava 95 mil dólares. Ele perguntou a ela o que aquilo significava, ela explicou:

_ Quando nós nos casamos, minha avó me disse que o segredo de um casamento feliz é nunca argumentar ou brigar por nada. E se alguma vez eu ficasse com raiva de você, que eu ficasse quieta e fizesse uma boneca de crochê.

O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lágrimas enquanto pensava “Somente duas bonecas preciosas estavam na caixa. Ela ficou com raiva de mim somente duas vezes, por todos esses anos de vida e amor.”

Querida!!! – ele falou – Você me explicou sobre as bonecas, mas e esse dinheiro todo, de onde veio?

Ah!!! – ela disse – Esse é o dinheiro que eu ganhei com a venda das bonecas.

Moral da historinha: foi daí que surgiu a prece das esposas:

“Senhor, dai-me sabedoria para entender meu marido, amor para perdoá-lo e paciência para aturá-lo, Senhor, porque se eu pedir força, eu bato nele até matar,  eu não sei fazer crochê… Amém![1]


[1] PS: Esta matéria me foi enviada por minha esposa… Espero ver algum dia a grana firme que ela está descolando (Henrique Miranda).

sábado, 27 setembro, 2008 Posted by | Comentário, Repassando... | , | Deixe um comentário

O DR (discutir a relação) resolve?

Em um cenário contemporâneo pós-moderno, onde as questões afetivas parecem estar fora de controle, é bom lermos alguma coisa mais tradicional sobre as relações de casal. Por isso, repasso a reportagem a seguir. Espero que façam bom proveito, em nome de nós mesmos e dos nossos filhos (e que serão os casais e futuros pais).

Fomos feitos um para o outro? Somos um casal forte e harmônico? Poderemos envelhecer juntos após compartilhar excelentes momentos? Para onde vai nossa relação? É muito difícil responder a estas dúvidas com exatidão e antecipar o que pode acontecer, mas há indícios para saber como anda seu relacionamento amoroso.

Perguntas-chave

Para ajudar a decidir se vale à pena continuar a relação, deve-se pensar numa série de perguntas:

1 – A relação tem o mesmo significado para os dois? Pode ser que uma pessoa busque estabilidade e compreensão, enquanto a outra pensa apenas na paixão e na aventura.

2 – Vocês têm interesses ou objetivos que podem ser compartilhados?
3 – Está disposto a fazer todo o possível para solucionar os conflitos que o levaram a pensar em se separar?

4 – Com o fim desta relação, acha que terá poucas chances de se apaixonar por outra pessoa?

5- O desgaste se deve mais a motivos práticos de convivência que a razões emocionais, como a falta de amor ou paixão?

6 – As alegrias da relação superam os problemas?

Se a resposta à maioria destas dúvidas for positiva, o casal tem muitas chances de se salvar e continuar sua relação, uma vez resolvidas suas diferenças.

Caso queira ver a reportagem completa, acesse o link:

http://br.noticias.yahoo.com/s/080531/48/gjo3a0.html

Por Rocío Gaia.

domingo, 1 junho, 2008 Posted by | Comentário, Repassando... | , , , | Deixe um comentário