Livre pensar é só pensar!

Para não desligar os neurônios

Tio Sam e suas guerras: que reputação, cara-pálida?

O site WikiLeaks, divulgou recentemente, numa conferência de imprensa em Londres, dados sensíveis sobre o conflito no Afeganistão, por conterem indícios da prática de crimes de guerra pelo Titio Sam no conflito em que está atolado naquele país. Os mais de 90 mil documentos confidenciais tornados públicos relatam o período de guerra entre janeiro de 2004 e dezembro de 2009  e foram colocados ao dispor dos jornais «The New York Times», «The Guardian» e da revista «Der Spiegel» e revelam  episódios muito mais violentos do que aqueles que são anunciados oficialmente pelas autoridades militares, além da brutalidade do conflito. Contínuas mortes de crianças, insurgentes e forças aliadas, operações secretas para capturar e matar insurgentes sem julgamento, são algumas das jóias comportamentais ianques no país, engordando o já vasto arsenal de arbitrariedades e crimes como os da prisão de Guantanamo, as denúncias forjadas contra o Iraque, o uso de armas químicas e ataques a áreas civis, etc. E sabem qual foi a postura do governo ianque diante das denúncias? Simplesmente nada comentou sobre o conteúdo (não negou nem desmentiu), condenou veementemente a publicação dos relatórios, prendeu um soldado suspeito do vazamento das informações e implorou ao site que não mais divulgassem os documentos restantes, pois “as consequências no campo de batalha destes documentos é potencialmente grave e perigosa para nossas tropas, nossos aliados, e parceiros afegãos e poderiam danificar nossas relações e reputação nessa parte chave do mundo“. Que reputação, cara-pálida? Diante de pelo menos dois séculos de atrocidades impunes (contra os índios, contra os mexicanos, no Vietnã, em Hiroshima e Nagasaki), que reputação vocês ainda têem a preservar? Diante de todo o histórico de fomento de guerras e ditaduras no mundo, em proveito próprio (Cuba, Chile, Brasil, Panamá, Argentina, Bolívia, entre tantas outras nações), que reputação admirável ainda têm a zelar? A cada vergonhosa carnificina por petróleo, mercado, matérias primas e hegemonia política, escondendo-se atrás da máscara da luta pela democracia. Brincadeira, Titio… Pareces mais é com a cafetina de bordel para poderosos e que, após velha e rica, se julga no direito de ter direito a admiração, respeito e a julgar moralmente os outros, sentando-se sobre o próprio rabo…

Enquanto isso, a Hilary(hiena) Clinton, porta-voz do Negra Esperança (ex Esperança Negra), condena o policiamento chinês à Google, a ação do Brasil em Honduras e no Irã, o caudilhismo do Chavez e outros fatos de somenos importância diante das guerras em andamento e em gestação no Oriente Médio e na Ásia, nas quais o Titio está mergulhado até à cabeça. E se quiserem mais detalhes de posturas internacionais ainda mais sérias que esta, acessem minha postagem de tempos atrás (“Nós quem, cara-pálida?), pelo link

https://livrepensar.wordpress.com/?s=N%C3%B3s+quem%2C+cara+p%C3%A1lida%3F

Quem tem um tio desses não precisa de inimigo…

_______________________

Casa Branca “implora” a Wikileaks que não vaze mais documentos sobre a guerra

2 horas, 24 minutos atrás

Washington, 30 jul (EFE).- A Casa Branca “implorou” hoje à organização Wikileaks, que no domingo publicou mais de 90 mil documentos secretos sobre a guerra do Afeganistão, que não vaze o resto dos relatórios em seu poder.

As vidas dos afegãos que colaboraram com as tropas americanas e a segurança nacional dos Estados Unidos ficam em perigo com o vazamento dessas informações, afirmou hoje o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em entrevista concedida ao programa “Today”, da cadeia “NBC”.

Segundo Gibbs, o vazamento do domingo já colocou em perigo as vidas de afegãos que trabalham com as forças americanas nesse país.

Os talibãs, declarou o porta-voz, asseguraram que irão procurar as pessoas nomeadas nesses documentos para retaliação e a publicação dos cerca de 15 mil documentos adicionais que o criador do Wikileaks, Julian Assange, assegura que tem, só agravaria a situação. A Casa Branca, declarou Gibbs, “só pode implorar à pessoa que tem os documentos que não os coloque mais na internet”.

Desde a publicação dos documentos, em sua maior parte relatórios de campo dos soldados americanos, o Governo americano reiterou que as consequências do vazamento podem ser muito perigosas, já que se revelam nomes de fontes, identidades de soldados e métodos operacionais aos que os talibãs podem ter acesso com facilidade. O chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, o almirante Mike Mullen, assegurou na quarta-feira que Assange poderia “já ter as mãos manchadas de sangue” de soldados americanos e de pessoal afegão.

O secretário de Defesa, Robert Gates declarou: “as consequências no campo de batalha destes documentos é potencialmente grave e perigosa para nossas tropas, nossos aliados, e parceiros afegãos e poderiam danificar nossas relações e reputação nessa parte chave do mundo”.

O Pentágono abriu uma investigação junto ao FBI (polícia federal americana) para identificar à pessoa que passou os documentos para Assange.

Segundo o Pentágono, o principal suspeito é o analista de inteligência do Exército Bradley Manning, de 22 anos, que já se encontrava preso em uma base militar no Kuwait após outro vazamento em maio e que foi levado a outra prisão na Virgínia.

O Wikileaks publicou os documentos, que denunciam desde mortes de civis não divulgadas até a possível colaboração dos serviços secretos do Paquistão com os talibãs, sob o título “Diário da Guerra Afegã”. Estes relatórios abrangem de janeiro de 2004 até 2010.

Ao mesmo tempo em que Gibbs efetuava hoje suas declarações, no Afeganistão se informava da morte de três soldados americanos, que eleva o número de baixas destas forças no país asiático para 66 este mês, o número mensal mais alto desde que a guerra começou em outubro de 2001. EFE.

sexta-feira, 30 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , , | Deixe um comentário

A exposição da nossa desumanidade vergonhosa

O homem sempre foi um predador (da natureza e de si mesmo), a partir do momento em que aprendeu a matar. Antes frugívero, depois carniceiro, aprendeu enfim a matar e criar ferramentas para tal. E esta criatividade instrumental acelerou terrivelmente a capacidade predadora humana ao longo dos séculos, como forma de sobrevivência. Mas veio a moeda, o comércio, a produção de escala e esta capacidade humana de destruição dos recursos naturais alcançou o ápice, agora não em nome da sobrevivência, mas do lucro. Esta é a nossa triste história, que nada tem de grandiosa se deixarmos de lado o nosso etnocentrismo pragmático-utilitarista: destruição, destruição, destruição… Hoje, tentamos timidamente corrigir esta rota assassina, mas matérias como a que repasso abaixo mostram o quão ínfima são estas iniciativas humanistas e ecológicas. Vejam só: há décadas vem se desenvolvendo esforços internacionais para por fim à matança das baleias e, há décadas, Japão, Noruega e Islândia resistem às leis internacionais à respeito, disfarçando a matança com justificativas de pesquisa científica. Pois bem: olhem a foto abaixo e vejam o tamanho da “pesquisa” feita por estes países, em uma só vez! Leiam a reportagem e vejam como nós, que também já fomos matadores de baleia, hoje temos sanuários em nossas águas e recebemos turistas para admirarem estes mamíferos maravilhosos em liberdade.

A reportagem abaixo mostra a faceta mais vergonhosa do ser humano: a de predador  feroz e impiedoso. Nestas horas, me é difícil acreditar na evolução do homem…

_________________

Massacre de baleias. E sem sanções internacionais…

quarta-feira, 28 julho, 2010 às 21:00

Esta foto chocante, publicada na edição de hoje do caderno Planeta, do Estadão, chamou-me a atenção para a necessidade de que se ponha fim a uma das maiores hipocrisias ambientais do mundo, que é a burla à proibição do abate de baleias que, embora em vigor desde 1986, continua existindo pela caça disfarçada – aliás, nem disfarçada, como a foto prova – para a captura com finalidades científicas, que é praticada pelo Japão, pela Noruega e pela Islândia.

O Brasil, felizmente, é um dos países mais avançados neste tipo de proteção. Não apenas encerramos a caça baleeira em 1986, ano da moratória internacional, como, ano passado, o presidente Lula baixou um decreto que torna as águas territoriais brasileiras um santuário para baleias e golfinhos e habilita o Governo brasileiro a pressionar pelo respeito – que não existe – à proibição da caça em todo o hemisfério sul do planeta. E é justamente nas águas do Sul que a captura e abate de baleiras é mais realizada pelo Japão, o principal transgressor dos acordos internacionais.

Incrível é como um atentado ambiental como este não desperte no mundo desenvolvido, tão preocupado com o meio-ambiente, nenhum tipo de reação mais dura, como gostam de ter em relação aos países mais pobres.

Fonte: tijolaço.com

quarta-feira, 28 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , | Deixe um comentário

Casseta(da) inteligente nos nossos parlamentares

O cinismo dos nossos parlamentares é algo inacreditável. Sujam o cotidiano político do país, envergonham os nossos votos a cada sessão e ainda se julgam no direito de sentirem-se ofendidos quando a arte humorística os utiliza como matéria-prima.

Vejam a  noticia e depois leiam a resposta do pessoal do  Casseta e Planeta ao Deputados:  a Nota de Esclarecimento realmente é digna dos  Cassetas.

Imagem: Millôr Fernandes

_______________

O Globo  (Brasília):

Câmara  se queixa do ‘Casseta &  Planeta’

Pressionada  por deputados, a Procuradoria da Câmara vai  reclamar junto à Rede Globo pelas alusões  feitas no programa ‘Casseta & Planeta’  exibido terça-feira passada.

Os parlamentares  reclamaram especialmente do quadro em que foram  chamados de ‘ deputados de programa ‘. Nele, uma  prostituta fica indignada quando lhe perguntam  se ela é deputada. O quadro em que são vacinados  contra a ‘ febre afurtosa’ também provocou  constrangimento.

Na noite de  quarta-feira, um grupo de deputados esteve na  Procuradoria da Câmara para assistir à fita  do programa. Segundo o procurador Ricardo Izar  (PMDB-SP), duas parlamentares choraram  (coitadinhas) . Izar se encontrará segunda-feira  com representantes da emissora, para tentar um  acordo, antes de recorrer à Justiça.

O presidente da  Câmara também se disse indignado: – O programa  passou dos limites. Eles têm talento suficiente  para fazer graça sem desqualificar a instituição  (que instituição?), que garante a liberdade para que façam  graça.

O diretor da  Central Globo de Comunicação, Luís Erlanger,  disse que a rede só se pronuncia sobre  ações judiciais, depois de serem  efetivadas.

Os humoristas do  Casseta & Planeta não quiseram falar sobre o  assunto,
dizendo não querer  ‘dar importância à  concorrência’ .

NOTA  DE  ESCLARECIMENTO (do Casseta & Planeta)

Foi  com surpresa que nós, integrantes do Grupo  CASSETA & PLANETA, tomamos conhecimento,  através da imprensa, da intenção do presidente  da Câmara dos Deputados de nos processar por  causa de uma piada veiculada em nosso programa  de televisão. Em vista disso, gostaríamos de  esclarecer alguns pontos:
1..  Em nenhum momento tivemos a intenção de  ofender  as  prostitutas . O  objetivo da piada era somente de comparar duas  categorias profissionais que aceitam dinheiro  para mudar de posição.
2..  Não vemos nenhum problema em ceder um espaço  para o direito de Resposta dos deputados. Pelo  contrário, consideramos o quadro muito adequado  e condizente com a linha do programa.
3..  Caso se decidam pelo direito de resposta,  informamos que nossas gravações ocorrem às  segundas-feiras, o que obrigará os deputados a ‘  interromper seu descanso ….’

Equipe  do Casseta &  Planeta

domingo, 25 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , | 2 Comentários

A lei “anti-palmada”: a demagogia “educativa”

O presidente Lula acaba de enviar ao Congresso um projeto de lei que proibe qualquer castigo físico de pais e mães às suas crianças (incluindo a tradicional palmadinha). Em primeira instância, este fato mostra que o nosso Lulinha, como todo ser humano, não é perfeito, de vez em quando embarca em alguma canoa furada. Nas instâncias analíticas decorrentes, o projeto nada mais representa do que uma descarada e irresponsável demagogia, que busca mais uma vez tirar dos pais deste país a autoridade e autonomia para a criação dos filhos. Não me refiro à agressão e tortura infantil, o que é hediondo e já tem punição prevista no Código Penal (no caso de lesões corporais graves prevê a pena de 1 a 4 anos de prisão). Refiro-me à irresponsabilidade dos “profissionais” (psicólogos, psico-terapêutas e assemelhados), que vêm há décadas apregoando os direitos infantis radicais e enfraquecendo cada vez mais as ações paternas na educação dos seus filhos. E o mais ridículo em tudo isso é o fato de que o Estado, quanto mais tira esta autoridade paterna, mais responsabiliza os genitores pelas irresponsabilidades dos filhos: se ele faz bullyng na Internete, o pai tem que indenizar o ofendido; se o filho engravida alguém e gera filhos, os pais (e até os avós, pasmem!) são obrigados a pagar pensão alimentícia. Há álgum tempos atrás (foi manchete nacional), um ancião matou o filho drogado para impedir as agressões contínuas à sua mulher (mãe do degenerado), em legítima defesa da família e no ato de mais uma agressão, foi preso e morreu do coração (e provavelmente de desgosto), uma semana após. Nas escolas, professores são agredidos sem que nada possam fazer. Ainda ontem, a Globo noticiou no Fantástico, que um filho já quase marmanjo, conseguiu condenar e receber indenização da mãe por “invadir a sua privacidade” no orkut. Isso sem falar nos filhos que matam os pais, queimam mendigos, agridem transeuntes, atropelam nos “pegas” motorizados e pais jovens que matam os filhos…

E enquanto se articula mais essa lei irresponsável e demagógica, no Estado Brasileiro se interna jovens em instituições sem as mínimas condições educativas, não se pune políticos e burocratas que roubam dinheiro público da educação, da saúde e de outros programas sociais (nem o Bolsa-Família tem escapado dessa corja maldita!) e roubam, por decorrência, oportunidades de resgate e melhoria de vida para as nossas crianças desassistidas.

Amigos, quem de nós não levou palmadas na infância (e até surras homéricas)? E quantos de nós ficou traumatizado por isso ao longo da vida? Gostaria até mesmo de saber quantas palmadas e surras levou o nosso Lulinha na infância, já que ele deve ter sido criado no tradicional modelo nordestino (“quem não aprende em casa, aprende fora de casa e da pior forma” ou “hora de abraçar, abraçar, hora de acochar, acochar”). Hoje ocorre uma inversão perversa: os filhos são condicionados pela sociedade midiática (de fora para dentro), os pais são tolhidos de exercerem a autoridade para coibir as influências perniciosas, os filhos desandam cedo e quando fazem aquilo para que foram (de)formados, vem o Estado e pune os pais! Pode? Pode, o Big Brother (ver George Orwell) pode tudo! Só tá faltando ele implantar o modelo ‘laranja mecânica” (ver o filme) para domar os filhos que os pais não puderam educar e que fogem da submissão social exigida pelo Grande Irmão…

Mas, do meu ponto de vista, por trás dos idealizadores desta “pérola pedagógica”, parece existir mais coisa do que imaginamos em nossa vã filosofia. Quem assistiu ao Fantástico domingo, viu a explicação sobre o encaminhamento dos pais infratores para acompanhamento psicológico. Que acompanhamento? Aquele mesmo que ele (o Estado) dá aos jovens que vivem em situação de risco e aos pais pobres e escravizados ao trabalho que os mantém fora de casa? Ou o atendimento psicológico que dão aos policiais que espancam, matam e corrompem na prática profisional e privada? Ou ainda aquele atendimento que fazem aos seus menores infratores internados e aos guardiões dos mesmos? Ou aquela análise psicológica que fazem dos detentos penitenciários e que tem levado à liberação carcerária de psicopatas perigosos que saem e voltam a matar? Brincadeira, né…

Em verdade verdadeira, isso só significará mais uma lei decorativa e muitos empregos no cabide para os profissionais da mente. Empregos que serão exercidos da mesma forma que os já existentes na esfera pública: ausentes de ação e de compromisso social (ou de forma mambembe e casuística, como preferirem), sangrando corporativamente os recursos públicos e justificando a inércia pela falta de condições de trabalho. Este filme todos nós já vimos, principalmente entre os profissionais da saúde e da educação.

Amigos, se eu ainda tivesse filhos pequenos, com certeza seria preso nesta conjuntura legal que se aproxima, porque jamais abriria mão dos meus direitos e deveres de pai em nome de um Estado incompetente, que não dá conta nem das suas responsabilidades históricas e ainda vem me dizer como devo criar meus filhos! Ainda bem que os sete rebentos que gerei estão todos criados no regime tradicional (o menor já fez 21 anos), nenhum deles me envergonha como pai e estão bem na vida. Mas vejam lá: ainda posso ser preso, pois se neto meu “mijar fora do caco” na minha presença, após a segunda advertência o bicho vai pegar! Tenho sete netos e dentre aqueles que me conhecem mais estreitamente, os seus pais, quando não conseguem dar conta do recado, apelam para aquela frase famosa: “se não parar vou chamar o teu avô” E funciona! Não precisa nem palmada, pois eles já provaram e não gostaram!

Portanto, Lulinha e os “lúcidos profissionais” que elaboraram este projeto: deixem de reserva uma vaguinha pra mim na cadeia, pois talvez eu ainda tenha de ser um pai (ou melhor, avô) à antiga…

Numa hora dessas, meus amigos, é que eu gostaria de dar palmadas nestas bundas irresponsáveis, demagógicas e oportunistas que ficam nos gabinetes procurando chifre em cabeça de cavalo e consumindo o dinheiro público…

E para que não pensem que esta minha postagem é a expressão de uma convicção oportunista diante deste projeto infame, podem ler uma outra postagem minha sobre o assunto, feita a um ano atrás, intitulada “Pais e filhos: ingratidões precoces, arrependimentos tardios e reflexões“. É só clicar no link abaixo…

https://livrepensar.wordpress.com/wp-admin/post.php?post=3655&action=edit&message=1

quarta-feira, 21 julho, 2010 Posted by | Comentário | , , , , , | 6 Comentários

Boi-pirata: encurralado pelo consumo consciente

Há um ano, postei aqui o comentário Meio Ambiente: até que enfim o consumo consciente como arma! sobre o início da parceria entre os frigoríficos e as instituições ambientalistas para pressionar os pecuaristas que produzem na clandestinidade e agredindo o meio ambiente amazônico. E hoje, um ano depois, dei de cara com a reportagem que repasso abaixo e que demonstra a continuidade da postura de rejeição ao boi-pirata, forçada pelo mercado comprador (por reflexo do mercado consumidor), em prol de tecnologias mais adequadas à sustentabilidade dos recursos naturais. As parcerias parecem estar funcionando, inclusive entre frigoríficos e o Greenpeace (pasmem!), e isto é um fato profundamente alvissareiro.

Leiam, é uma notícia para iniciarmos bem o dia…

Imagem: verdefato.blogspot.com/2008_08_01_archive.html

__________________

Frigoríficos do Brasil apertam cerco a pecuaristas na Amazônia

Ter, 20 Jul, 08h10

SÃO PAULO (Reuters) – Os grupos frigoríficos JBS e Marfrig suspenderam juntos relações comerciais com mais de 200 fornecedores de gado que atuam com alguma irregularidade, social ou ambiental, no Bioma Amazônico, informaram as empresas nesta terça-feira.

O JBS, maior produtor de carne bovina do mundo, e o Marfrig, o segundo do Brasil e também um dos maiores participantes no mercado global de carnes, tomaram a decisão após detectarem via satélite que parte de seus fornecedores atuava em áreas de preservação, indígena ou próximas de desmatamentos.

Seguindo um acordo feito com representantes da sociedade civil, entre elas o Greenpeace, o Marfrig suspendeu 170 fornecedores de sua lista de mais de 2 mil que atuam em Mato Grosso e Rondônia. Já o JBS cortou de seu cadastro 31 pecuaristas, colocando ainda 1.491 em situação de “alerta”, enquanto verifica a condição desses criadores de gado nos Estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia e Acre.

“Com isso, garantimos 100 por cento de controle sobre a carne abatida no Bioma Amazônico”, disse à Reuters Ocimar Villela, diretor de Sustentabilidade do Marfrig, cuja produção na região responde por 7 por cento do total da companhia.

“Os trabalhos de coleta das coordenadas dos currais de embarque de bovinos para abate passou a fazer parte do processo de aquisição de matéria prima da JBS, tornando o procedimento obrigatório em todas as unidades do grupo”, acrescentou Marco Bortolon, presidente da Divisão de Carnes Mercosul, do JBS, lembrando que 100 por cento das 9.813 propriedades fornecedoras ao frigorífico na região estão monitoradas por satélites.

O cerco aos pecuaristas que atuam na ilegalidade tende a se intensificar ainda mais. Seguindo um acordo firmado com o Ministério Público do Pará, o representante do Marfrig afirmou que a companhia, a partir de 13 de novembro, só comprará gado de quem tiver o Cadastro Ambiental Rural (CAR) regularizado.

O avanço da pecuária é tido por especialistas e pelo Ministério do Meio Ambiente como um dos principais responsáveis pelo desmatamento da Amazônia.

Frigoríficos têm sido pressionados no país e no exterior para adotarem práticas sustentáveis de produção no Bioma Amazônico, que se estende por cerca de 50 por cento do território brasileiro.

O Ministério da Agricultura lançou no ano passado um programa para monitorar fazendas de gado do Pará –importante criador de gado e um dos Estados que mais desmatam ao lado do Mato Grosso– com o objetivo de coibir desflorestamentos decorrentes do avanço da criação de bois. E o Ministério do Meio Ambiente tem intensificado a fiscalização na área.

(Reportagem de Roberto Samora)

quarta-feira, 21 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , , | Deixe um comentário

Saúde preventiva:escolha sua dieta alcalinizante…

Em complemento à postagem anterior, sobre o bicarbonato de sódio e a alcalinidade do nosso organismo frente às doenças, repasso abaixo uma outra reportagem sobre os alimentos e suas potencialidades alcalinizantes ou acidificantes, para ajudar àqueles que buscam atitudes preventivas em saúde.

Imagem: divulgarciencia.com/categoria/alimentos/

__________________

Equilíbrio Alcalino / Ácido

O equilíbrio alcalino ácido ocorre no sistema fluído dos organismos vivos, o que abrange por volta de 70% do peso do nosso corpo: 55% dos fluídos estão presentes nas células, 5% no sangue e 10% são os fluídos que envolvem as células.O pH é representado numa escala de 0 a 14, onde de 0 a 6,99 representa pH ácido, 7 é neutro e acima de 7 até 14 é alcalino. O pH do sangue é 7,4, assim ele precisa ser mantido para preservar a nossa vida. Se o pH abaixa a 6,95, podemos entrar em coma e morrer, porque o coração relaxa e não pode bater. Se o pH sobe a 7,7, pode provocar mais espasmos, tetania, convulsões, etc. Investigação cientifica demonstra que a acidez é causa das doenças, quanto mais ácido o meio interno do organismo determinados microrganismo (vírus, bactérias, fungos, etc) podem proliferar desencadeando doenças. Um ambiente ácido disponibiliza menos oxigénio (O) nos sistemas, porque o excesso de hidrogénio (H+) produzido pelo sistema ácido reage com oxigénio, diminuindo dessa forma a produção de energia adequada ao funcionamento do organismo, levando-o à degeneração.A hiperacidez é proveniente de um estilo de vida desarmonioso, stress e uma alimentação composta com grande parte de alimentos que produzem acidez. A ingestão, na maioria, de alimentos alcalinos na dieta é um grande aliado para diminuirmos a acidez do nosso corpo e equilibrarmos os sistemas do organismo. Os alimentos alcalinos são aqueles que criam uma condição alcalina no corpo por possuírem uma alta concentração de Na (sódio), K (potássio), Ca (cálcio), Mg (magnésio) e Fe (ferro), enquanto os alimentos ricos em S (enxofre, P (fósforo), Cl (cloro) e I (iodo) são ácidos. No laboratório pode-se medir o grau de acidez ou alcalinidade do alimento.Uma alimentação composta com mais de 50% de alimentos ácidos podem ocasionar grandes riscos para a saúde, predispondo ao surgimento de doenças. O ideal seria uma alimentação com mais de 80% alimentos alcalinos e 20% ácidos, dando condições ao corpo de garantir a manutenção do equilíbrio alcalino-ácido.Os ácidos vão se acumulando nos tecidos e articulações ao longo dos anos intoxicam o organismo, sobrecarregam os órgãos de eliminação e, desta forma, desencadeiam processos de doenças. Estes ácidos, muitos deles, vêem da digestão do alimento inadequado ao organismo. Estes ácidos atravessam a parede do intestino que perdeu sua funçaõ selectiva devido à reações alérgicas alimentares, permitindo a passagem dessas substâncias tóxicas para a corrente circulatória. Todo o empenho dos sistemas orgânicos está voltado para manter o pH tampão (7,4 no sangue) e nesta compensação os ácidos que chegam ao sangue são imediatamente retirados e depositados nos tecidos.

Alimentos que formam acidez:

Açúcar branco e todos os produtos que contenham açúcar

Açúcar mascavo

Caldos de carne

Carne de galinha e outras aves

Carnes de todos os tipos

Castanhas de caju, noz pecã

Cereais (trigo, arroz, cevada, trigo sarraceno e farinhas de cereais)

Extrato com carne

Frutos do mar

Laticínios (leite, queijo, iogurte, etc.)

Leguminosas: feijões (azuki, preto, fradinho, mulato, soja, etc.), grão-de-bico, ervilhas secas, lentilhas.

Nozes

Ovos

Pães, bolos, tortas, biscoitos

Peixe

Queijo

Refrigerantes

Sopas c/ carne

Sorvetes

Relação de alimentos que formam alcalinidade:

Frutas:

Abacate

Abacaxi

Ameixa seca

Banana

Cereja

Damasco (seco ou fresco)

Figo

Framboesa

Frutas da estação

Goiaba

Jaca

Kiwi

Laranja

Limão

Mamão

Manga

Melancia

Melão

Mexerica

Morango

Nectarina

Passas

Passas de banana

Pêra

Pêssego

Pinha

Pitanga

Tangerina

Uva

Vegetais:

Abóbora

Abobrinha

Agrião

Aipo

Alface

Alho poró

Aspargo

Batata Inglesa (c/ casca)

Beldroega

Beringela

Beterraba

Brócolis

Caruru

Cebola de Cabeça

Cebolinha

Cenoura

Chicória

Cogumelo

Shiitake

Couve

Couve de Bruxelas

Couve-Flor

Dente-de-Leão

Ervilha Verde

Espinafre

Feijão-Verde

Jiló

Maxixe

Mostarda

Nabo

Nirá

Pepino

Pimentão

Quiabo

Rabanete

Raiz de lótus

Repolho

Rúcula

Taioba

Tomate

Vagem

Cereal

Algas

Umeboshi

Brotos

Painço

Noribroto de alfafa

Aveia (em grão hidratada)

Broto de Girassol

Kombubroto de feijão

Wakamebroto de moyashi

Agar-Agarbroto de lentilha

Chlorellabroto de trigo

Hijiki

todas as sementes germinadas

http://misturaviva.blogspot.com/2004/09/equilbrio-alcalino-cido.html

domingo, 18 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , | 5 Comentários

Bicarbonato de sódio, alcalinização e a saúde humana

Há algum tempo, logo no início deste blogue, postamos a reportagem “Bicarbonato x Câncer: esta é surpreendente!“, que gerou polêmicas (sérias e/ou oportunistas) e muitos intercâmbios cognitivos entre os nossos leitores. E como considero o repasse de informações o grande caminho para a construção de um mundo melhor, pela geração e acúmulo do conhecimento coletivo, repasso hoje a reportagem a mim enviada pelo leitor Carlos Germer (SC), sobre este mesmo tema: o uso do bicarbonato na saúde humana. Assim, como a postagem anterior recebeu centenas de comentários e intercâmbios, espero que esta também seja útil a vocês.

Leiam e divulguem…

________________

Alcalinização Milagrosa

Nossos corpos albergam uma grande quantidade de bactérias e fungos que vivem, crescem e sobrevivem em harmonia quando estamos comendo e vivendo saudavelmente. Porém, podem tornar-se altamente daninhos quando o meio onde vivem se altera.

A alteração desse meio é fomentada por dietas altas em açúcar ou em hidratos de carbono, também por água e ar contaminados, ou pela destruição de nossa flora intestinal causada pelo uso de antibióticos ou outros medicamentos (quimioterapia).

As bactérias e fungos se alimentam das mesmas substâncias de que se alimenta o nosso cérebro. Quando ingerimos em excesso alimentos ricos em glucose, também estamos alimentando em excesso às bactérias e fungos que crescem e se multiplicam desproporcionadamente.

O consumo de substâncias por parte dessa excessiva população desproporcionada provoca que o cérebro não receba suficiente alimento, e como o cérebro é quem manda, imediatamente emite as ordens reclamando sua ração. Aí é quando sentimos a urgência de correr para ingerir algo doce, ou hidratos de carbono (se convertem em glucose), ou álcool.

Começa assim o círculo vicioso:

1. ao ingerir mais, cresce a provisão de açúcares,
2. e com ele cresce a multiplicação de bactérias e fungos,
3. e essa população em crescimento reclama mais alimentos
4. e sentimos a necessidade de ingerir mais,
5. e mais, e mais, e mais…..
Sucede que assim como as bactérias e fungos obtêm seu alimento de nosso sangue, também jogam nele seus desperdícios, toxinas que tornam cada vez mais ácido o meio e com o tempo chegam a “envenenar” os tecidos.

Para poder processar as toxinas, o fígado as converte em álcool (ácido) e esse excesso de álcool em nosso organismo, produz uma sensação como a de estar bêbado… mareado, desorientado, mentalmente confundido.

A acumulação excessiva de bactérias e fungos reduz a provisão de potássio e magnésio do corpo com a consequente redução da energia celular que provoca fadiga em excesso, redução das forças e da clareza de pensamento, acaba o entusiasmo, a ambição, a estamina; causa a liberação de radicais livres os quais são coadjuvantes do processo de envelhecimento.
Outros sintomas de acumulação de bactérias e fungos são os ataques de pânico, ansiedade, depressão, irritabilidade, dores de cabeça, dores nas articulações, inflamação nas vias respiratórias, sinusite, stress glandular e problemas menstruais.

Através de diferentes estudos científicos (Dr. Gunther Enderlein, Alemanha, Dr. Robert Young, USA, Dr. Federico Ituarte, Argentina e  outros), analisando as células vivas do sangue, se observou formas de bactérias que vivem em nosso organismo (algumas inclusive trabalham ajudando o corpo), dependendo do meio em que se desenvolvem, as vezes cresciam e se alargavam tornando-se patógenas. Em alguns casos, mudando de “bactéria” a “fungo”. Muitos estudos científicos coincidiram em que as bactérias e fungos podem chegar a causar enfermidades quando se lhes permite desenvolver-se em um terreno doentio(ácido).

Pouco sabemos porém… a acidez no pH dos tecidos de nosso corpo deve ser o selo distintivo do câncer e de outros desequilíbrios da saúde tais como: enfermidades cardiovasculares, problemas cerebrovasculares, patologias dos rins, transtornos inflamatórios e enfermidades do pulmão.

E formula os seguintes postulados:

1) As células saudáveis são alcalinas.
2) Um ambiente ácido contêm menos oxigênio que um ambiente alcalino.
3) As células saudáveis morrem em um ambiente ácido, enquanto que as células cancerosas morrem em um ambiente ALCALINO.
Sugere que todo tratamento contra o câncer deveria começar mudando o ambiente ácido por um ambiente alcalino.
O investigador Sang Whang, com 50 anos de experiência no estudo do balanço ácido–alcalino, sustenta que: É o excesso de ácido em nosso corpo que cultiva o câncer.

O Dr. Robert O. Young, atualmente o microbiólogo mais reconhecido a nível mundial concorda com muitos cientistas de que: “A Enfermidade é a expressão de um excesso de ácidos no corpo humano”. Robert O.Young é Doutor em Medicina, Microbiologia e Nutrição. Há 30 anos realizando análises de sangue, sua investigação sobre o câncer foi validada por um estudo científico britânico. Diariamente, atende a 14 pacientes em seu Centro “Milagroso pH” localizado perto de San Diego, CA. Seu protocolo de “Estilo de Vida Alcalino” conta com 100% de efetividade em quem o aplicou e conseguiu reverter um sem número de enfermidades metabólicas. Dr. Young, criador do conceito da “Nova Biologia”, é autor de reconhecidos best sellers: “El Milagroso pH”, “Enfermo y Cansado”, “El Milagroso pH para Diabetes”, “El Milagroso pH para Perder Peso” e “El Milagroso pH para el Cancer”

Como cada dia mais cientistas, o Dr. Robert O. Young sustenta que:

“Nosso organismo fabrica e utiliza bicarbonato de sódio como um sistema natural para manter o desenho alcalino para prevenir a degeneração do tecido “(recordemos o característico sabor do bicarbonato que muitas vezes sentimos na boca, antes do vômito) “A hiper-alcalinização dos tecidos corporais com bicarbonato de sódio é a maneira mais segura, eficaz e natural para freiar qualquer condição cancerosa e muitas enfermidades e processos inflamatórios”

Por anos, o Dr.Tullio Simmoncini, oncólogo italiano, esteve tratando o câncer e destruindo tumores mediante o uso de bicarbonato de sódio.
Dr. Simmoncini manifesta;

“O bicarbonato de sódio é um remédio seguro, extremamente barato e inegavelmente efetivo quando se trata de tecidos cancerosos”.

A maioria de nós iniciamos nossas vidas como seres sãos. Conforme envelhecemos, e em grande parte por causa de nossos estilos de vida pouco saudáveis, bactérias e fungos se acumulam constantemente em nosso organismo, rompendo o equilíbrio saudável em um círculo vicioso cada vez mais grave. As bactérias e fungos envenenam, estressam e debilitam nosso sistema imunológico. Está comprovado que a maioria das enfermidades imunológicas e condições infecciosas, são causadas ou pioradas pela presença de bactérias e fungos.

O Dr. Robert Young manifesta:

Uma adequada provisão destes quatro sais de bicarbonato é a melhor proteção contra o envelhecimento e toda enfermidade, incluindo o câncer. Melhoram o rendimento atlético e ao melhorar a saúde em geral, melhoram também o estado de ânimo e as energias. “Durante anos tenho observado o impacto que provoca aquilo que ingerimos no delicado balanço do pH de nosso sangue. Através de minhas investigações comprovei que a combinação de 4 maravilhosos sais de bicarbonato (sódio, magnésio, potássio e cálcio) ocorre naturalmente em todos os fluidos de um corpo são, com o propósito de manter o balanço alcalino-ácido natural e atuando como anti-oxidantes que retardam o processo de envelhecimento. “Durante os recentes jogos olímpicos em Beijing, vários dos principais atletas melhoraram seu rendimento e inclusive romperam alguns records, ingerindo 1 colher de bicarbonato de sódio”
Para frear o envelhecimento e recuperar a saúde é necessário reverter o dano do ácido nas células mediante uma dieta alcalinizante. É hora de fazer as mudanças necessárias em nosso estilo de vida para que nosso corpo volte a um estado de equilíbrio e harmonia.

Beba ao menos um litro de água por dia ao qual tenha agregado uma colher de sopa de bicarbonato de sódio. Isto ajudará a enxugar seu sistema e a liberá-lo da acidez acumulada.

Para reverter casos de pneumonia, asma, sinusite, faça nebulizações de água com duas gotas de bicarbonato de sódio líquido, 2 ou 3 vezes por dia.

Para prevenir a acumulação de bactérias na boca, faça bochechos com uma mistura de uma colher de chá de bicarbonato de sódio em um copo d’água.

Para eliminar os resíduos químicos de seu cabelo, agregue uma colherinha de bicarbonato de sódio a seu frasco de shampoo.

Para combater os efeitos de uma ingesta ácida, beba antes ou depois da mesma, um copo d’água com uma colher de chá de bicarbonato de sódio e que sejam 2 colheres se se excedeu com o álcool.

De acordo com Dr. Robert O. Young: “se mantemos nosso corpo com um pH alcalino entre 7.3 e 7.4 nos manteremos livres de enfermidades”

http://www.phmiracleliving.com/pHourSalts.htm (Tradução para o português)

É VERDADEIRA PREVENÇÃO Tome seu bicarbonato de sódio todos os dias..

domingo, 18 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , , | 164 Comentários

Cartórios no Brasil: fim das “capitanias” hereditárias?

Leio que o corregedor do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, ministro Gilson Dipp, assinou decisão publicada ontem no Diário de Justiça Eletrônico, pela qual os tribunais de justiça terão de, em até seis meses, realizar concursos públicos de provas e títulos para ingresso ou remoção no serviço extra-judicial (administração de cartórios). A decisão atinge de frente uma “igrejinha” de favores e nepotismos histórica no Brasil, que envolve a existência de, nada mais nada menos, de 14.964 destinados ao registro civil, de títulos e documentos, de notas, de registro de imóveis e de protestos de títulos. Uma história escabrosa que remonta ao período colonial, onde o provimento dos cartórios (tornar titular em caso de vacância) se dava através da nomeação do escrevente mais antigo, independentemente de qualquer avaliação. E como este escrevente mais antigo quase sempre era parente do titular anterior,  na prática, esta titularidade e seus ganhos tornaram-se propriedade familiar de sucessão hereditária. Isto perdurou até à promulgação da Constituição de 1988, quando passou-se a exigir concurso para o provimento das vacâncias. No papel, é claro (como quase sempre sói acontecer nesta terra “descoberta” por Cabral), pois até hoje a situação continua na mesma, mantida mediante manobras nanicas para contornar a legislação. Agora, com a decisão do ministro Gilson Dipp, espera-se que esta máfia familiar seja banida por práticas mais democráticas e transparentes.

Leiam a notícia, saquem os desclabros detectados na realidade cartorária nacional e torçam para que a decisão abandone a inércia das gavetas legislativas, executivas e judiciárias…

__________________

De acordo com a resolução do CNJ, os Tribunais de Justiça terão até seis meses para realizar os concursos públicos. A resolução tem como base o artigo 236 da Constituição, que prevê concurso público de provas e títulos para ingresso ou remoção no serviço extrajudicial. Até a realização do concurso público, os cartórios continuarão a ser administrados pelos atuais responsáveis.

O CNJ estabeleceu um limite de remuneração, que corresponde ao teto salarial do serviço público estadual, atualmente em R$ 24.117,62. O que ultrapassar esse valor deverá ser recolhido aos cofres públicos. De acordo com o CNJ, alguns interinos declaram rendimento mensal superior a R$ 5 milhões.

Permuta

Segundo o CNJ, boa parte dos cartórios declarados irregulares foi assumida por meio de permuta entre familiares. “Em muitos casos, o membro mais velho de uma família era titular de cartório com rendimento bastante elevado e estava à beira da aposentadoria”, disse o órgão.

O membro mais novo, por sua vez, prestava concurso para um pequeno cartório, com renda mínima, e poucos meses depois permutava com aquele que estava prestes a se aposentar, de acordo com comunicado divulgado pelo CNJ.

Com relação ao provimento dos Cartórios, isto é, para se tornar seu 
titular, observamos que na maior parte dos Estados, até a promulgação da Constituição Federal de 1988, o Substituto Designado, que na oportunidade, tinha a denominação de Oficial Maior, ou quando ausente do quadro essa figura, o Escrevente mais antigo assumia o cargo principal quando de sua vacância, independentemente de qualquer avaliação de sua capacidade para que isso viesse a ocorrer – na época a legislação não exigia concurso – (tinha-se a impressão de ser hereditária a sucessão, uma vez que, quase sempre, o Oficial Maior ou Escrevente mais antigo era pessoa da família do titular). A partir da vigência da referida Carta magna, mais nenhum Cartório pode ser provido sem regular aprovação em Concurso, o qual é realizado pelo Poder Judiciário do Estado, sendo que, em nosso Estado, a banca examinadora tem como Presidente um Desembargador, e mais os seguintes profissionais em sua composição: três Juízes de Direito, um membro do Ministério Público, um Advogado, um Registrador, e um Notário. As provas dividem-se em três fases: a primeira é seletiva; a segunda é escrita e prática, e a terceira oral.

quarta-feira, 14 julho, 2010 Posted by | Comentário, Repassando... | , | 1 Comentário

O desespero de um ataque imoral e canalha!

Lembram que eu disse, há dias atrás, que a centro-direita entraria numa de desespero, com o crescimento da candidatura Dilma Roussef? Pois é … O humorista (?) Nany acaba de publicar em seu site uma charge da candidata, vestida como prostituta, rodando bolsinha em uma esquina. Que tal? Quer desespero maior? Mas o pior nisso tudo é o achincalhe moral de uma pessoa que tem um passado de luta pela democracia, que foi presa, torurada e seviciada por isso nos porões da ditadura e cuja única culpa é querer disputar a presidência a república. A quem serve este “artista”? Que justitifcativas tem ele para tal charge? São indagações que cada um de nós tem que procurar responder. Este fato não representa apenas um ataque canalha à Dilma, mas a expressão machista e imunda sobre as mulheres que buscam, honestamente, espaços historicamente masculinos. Se quiserem ver a que ponto a arte pode se prostituir à politicagem, cliquem no link abaixo, pois minhas convicções morais não me permitem reproduzír a charge neste espaço. Prefiro publicar a imagem deste artista moralmente nanyco, para que vocês possam conhecê-lo.

Não se revoltem muito, pois o desespero vai gerar coisas piores até outubro…

Imagem: www.universohq.com/…/2004/n13122004_06.cfm
http://okylocyclo.blogspot.com/2010/07/charge-de-nani-desmoraliza-dilma.html

terça-feira, 13 julho, 2010 Posted by | Comentário | , , | Deixe um comentário

Pesadelo…

No pesadelo, acordo, me olho no espelho e descubro que sou vesgo!

Procuro freneticamente nos bolsos, para ver minha foto na Identidade, para ver se sou realmente daquele jeito. Acho um passaporte e descubro… Sou argentino!

Não pode ser, meu Deus!

Sinto-me inconsolável em uma cadeira. Mas não é possível!

É uma cadeira de rodas, o que significa que, além de ser vesgo e argentino, sou também deficiente físico! É impossível, digo para mim mesmo, que eu seja vesgo, argentino e deficiente físico!

“- Amoooooor!” – grita uma voz masculina atrás de mim, e me beija apaixonadamente. É o meu namorado… Caramba! Sou também homossexual!

“- Foi você que pegou a minha seringa?”

Cacete! Vesgo, argentino, deficiente físico, bicha, viciado e talvez soropositivo! Desesperado, começo a gritar, a chorar, a arrancar os cabelos E… Nãooo! Sou careca!

Toca o telefone. É meu irmão, que diz:

“- Desde que mamãe e papai morreram, você só faz se entupir de drogas, vagabundeando o dia inteiro! Procura um emprego, arranja algum trabalho!”

Que droga, descubro que também sou orfão e desempregado!

Tento explicar ao meu irmão que é difícil encontrar trabalho quando se é vesgo, argentino, deficiente físico, bicha, viciado, talvez soropositivo, careca e órfão, mas não consigo, porque… Porque sou gago!

Transtornado, desligo o telefone, com a única mão que tenho, e com lágrimas nos olhos, vou até a janela olhar a paisagem. Milhões de barracos ao meu redor… Sinto uma punhalada no marca-passo: além de vesgo, argentino, deficiente físico, bicha, viciado, talvez soropositivo, careca, órfão, gago, desempregado, maneta e cardíaco, sou também favelado…

Começo a passar mal e sentir um calafrio. Dirijo-me ao guarda-roupa para pegar um agasalho, e para minha surpresa, quando abro a gaveta encontro uma camisa do… Flamengo… Aí já é sacanagem…

Entro em surto, pois além de vesgo, argentino, deficiente físico, bicha, viciado, talvez soropositivo, careca, órfão, gago, desempregado, maneta, cardíaco, sou também favelado… e torcedor do FLAMENGO.

Nesse momento, volta o meu namorado e diz:

“- Amooooooor, vamos, senão chegaremos atrasados na Convenção Municipal do PSDB.”

PUTA QUE PARIU! Desmaiei…

(procura-se o autor)

Imagem: sonhosdoeric.blogspot.com/2009/04/pesadelo.html

terça-feira, 13 julho, 2010 Posted by | Repassando... | , , | Deixe um comentário